Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Ideias de negócios no ramo de alimentação. Ganhe dinheiro com comidas e bebidas!

Hamburgueria, delivery, marmita saudável ou refeição vegana: qual dessas ideias combina mais com o seu perfil de empreendedor? Saiba mais e invista no negócio de alimentação ideal para você.
Publicado por Equipe Cielo

Homem de avental faz hambúrguer artesanal para vender no seu empreendimento do ramo de alimentação.

Ter boas ideias de negócios no ramo de alimentação pode ser o primeiro passo para homens ou mulheres que pretendem empreender.

Todos podem se dar bem nesse setor, seja em busca de uma renda extra ou mesmo da liberdade financeira.

As possibilidades são muitas.

Por isso, vamos mostrar neste artigo as melhores ideias de negócios no ramo de alimentação para você escolher a que mais tem a ver com sua realidade.

Acompanhe o texto até o fim e veja que a nossa lista inclui até mesmo ideias de negócios em casa. Dá para começar a empreender hoje mesmo!

Ideias de negócios no ramo de alimentação: sua chance de empreender

Ter boas ideias de negócios no ramo de alimentação é o ponto de partida para começar uma empresa.

Há várias alternativas com potencial para dar lucro, tanto em cidades grandes quanto em pequenas.

Veja a partir de agora algumas dicas nesse sentido.

Como encontrar ideias de negócios em casa na sua região?

Se você ainda pensa em quais ideias de negócios no ramo de alimentação podem dar bons resultados, é importante considerar alguns fatores básicos:

  • Qualificação: invista em algo que você já saiba fazer ou possa aprender com cursos e tutoriais;
  • Recursos: confira as possibilidades para adquirir todo o material necessário, seja em função do preço ou da disponibilidade onde você mora;
  • Oferta e procura: avalie se existe um público que possa consumir seus produtos.

Qual é a importância de encontrar bons fornecedores?

Contar com bons fornecedores é essencial, sejam quais forem suas ideias de negócios no ramo de alimentação.

Um dos principais fatores é o preço, pois ele garante sua lucratividade.

Por isso, encontre fornecedores confiáveis para negociar bons valores a longo prazo, especialmente comprando grandes quantidades.

Nunca deixe de lado a qualidade dos seus ingredientes e materiais, pois isso também impacta no valor dos seus produtos – e a qualidade depende bastante dos seus fornecedores.

Como estabelecer um preço justo?

O primeiro passo para cobrar um preço justo é ter o controle total sobre os custos e despesas do seu negócio.

Se você estiver começando com pouco dinheiro, é ainda mais importante tomar nota de tudo.

Assim, saberá quanto custa fabricar cada item separado e poderá definir o preço calculando sua margem de lucro.

Além disso, também é interessante levar em conta quanto seus concorrentes cobram, para tentar ter mais competitividade.

Quais são os tipos de negócios dentro da alimentação?

Não há limite de quantas ideias de ideias de negócios no ramo de alimentação você pode ter.

Afinal, é um ramo que tem muitas subdivisões.

Por exemplo, você pode abrir um pequeno negócio presencial ou simplesmente vender por encomenda, usando apps de delivery para entregas.

Ou você mesmo pode fazer entregas, comprando produtos em atacados para revender.

Além de alimentos salgados e doces, você também pode investir apenas em bebidas (geladas e quentes).

Enfim, são muitas as possibilidades.

Se você quer uma ajudinha para se decidir, confira nossas dicas abaixo.

Veja 8 ideias de negócios no ramo de alimentação

Agora que você já sabe do que precisa para começar a empreender, conheça oito ideias de negócios no ramo de alimentação.

1. Hamburgueria artesanal

A tendência de busca por comida artesanal que temos visto nos últimos anos vem alavancando o negócio de hamburguerias.

O público quer alimentos com mais qualidade, trocando o fast food por estabelecimentos menores e com produção mais caseira.

E os hambúrgueres têm modo de preparo e ingredientes acessíveis.

Você pode adotar receitas consagradas e também usar a sua criatividade para criar hambúrgueres novos, agradando diferentes paladares.

Além disso, a praticidade na hora de preparar e transportar torna esse um negócio ideal tanto para servir quanto para delivery.

2. Jantar em domicílio

Seguindo a mesma tendência, outra ideia promissora é a de jantar em domicílio.

Neste caso, o público-alvo é mais selecionado, pois são pessoas que querem uma refeição saborosa e caseira preparada na própria residência.

Assim, você pode ter clientes que desejam um jantar a dois ou fazer uma reunião com mais de 50 participantes.

Monte um cardápio de acordo com sua especialidade, como pizza, sushi ou comida caseira.

É uma atividade ideal para quem tem um automóvel para levar os ingredientes à casa dos fregueses e também tem disponibilidade de trabalhar à noite e nos fins de semana.

3. Cybercafé

É uma forma de explorar a necessidade das pessoas por soluções tecnológicas e aproveitar para servir bons lanches.

Além de uma internet wi-fi potente, é importante disponibilizar computadores, impressoras e copiadoras.

Afinal, a impressão ainda tem alta demanda, principalmente em regiões movimentadas com muitas empresas.

Aproveite para montar uma cafeteria no local e oferecer uma boa variedade de cafés e outras bebidas quentes, além de salgados e doces.

Se você tiver espaço, crie uma área para reuniões e ofereça planos para disponibilizar cafés e quitutes.

4. Marmitas fit

Um bom nicho a ser explorado é o da comida saudável, com a oferta de marmitas fit.

Afinal, com a facilidade em obter informações sobre os prejuízos causados pela má alimentação, muitas pessoas começaram a evitar produtos industrializados.

Porém, nem todo mundo tem tempo para cozinhar, o que abre espaço para essa ideia de negócio no ramo da alimentação.

Cozinhe em grandes quantidades para poupar tempo e otimizar a produção.

Uma dica é fazer compras em feiras de produtos orgânicos e postar conteúdo sobre isso em suas redes sociais, comprovando a qualidade dos seus ingredientes.

5. Refeições veganas

O vegetarianismo e o veganismo têm crescido bastante, seja pela defesa da causa animal ou pela preocupação com o impacto ambiental.

Além dos seguidores dessas tendências, há também muitos “flexitarianos” – pessoas que não são 100% vegetarianas, mas procuram reduzir o consumo de carne.

Com uma busca simples na internet, você encontra uma grande variedade de receitas sem ingredientes de origem animal.

Além de preparar bons pratos, é preciso encontrar esses públicos usando estratégias de marketing direcionado.

6. Doceria gourmet

Esse modelo também segue aquela oportunidade gerada pela busca por itens feitos de forma mais artesanal.

Uma dica que vale ouro para esse tipo de negócio é a personalização.

Aproveite que você trabalha com uma demanda menor em relação a negócios de grande escala e ofereça doces únicos, feitos sob medida e conforme a vontade de cada cliente.

Um exemplo clássico é o bolo decorado com uma mensagem escrita ou desenhada.

Você também pode fazer docinhos nas cores que o cliente escolher ou até permitir a escolha de alguns ingredientes.

7. Fábrica de massas artesanais

Se você já comeu uma massa (macarrão) feita em casa, sabe o quanto ela é diferente da industrializada.

Nem todo mundo sabe fazer ou tem tempo e disposição para aprender, mas produzir massas artesanais não é tão difícil.

Com uma quantidade suficiente de farinha de trigo, ovos e sal, você pode fazer bastante massa e depois dividir em vários formatos.

O ideal é contar com um cilindro, mas você também pode usar o tradicional rolo para achatar e depois cortar como você desejar.

8. Delivery de bebidas

Essa alternativa não exige conhecimento em cozinha, mas é preciso ter horários livres principalmente à noite e de madrugada, além de um meio de transporte.

Seja para socorrer a galera que calculou mal a quantidade de cerveja para o churrasco ou mesmo para atender quem está em casa e com aquela vontade de beber algo, o delivery de bebidas tem feito sucesso.

Procure por um atacado de bebidas da sua região, anuncie seu serviço e se prepare para atender chamados, principalmente em finais de semana à noite.

E não esqueça de usar o Instagram e outras redes sociais para ajudar você a vender seu serviço.

Conquiste o cliente com qualidade e bom atendimento

Vimos neste artigo algumas ideias de negócios no ramo de alimentação.

É importante escolher uma atividade que se encaixe na sua disponibilidade e, se possível, buscar cursos de qualificação.

O atendimento também é crucial para conquistar o consumidor com bons argumentos de vendas.

Além da parte do planejamento e das vendas, é importante ter atenção com a finalização do processo de compras: o pagamento.

Afinal, não adianta oferecer um produto e fechar a venda se você não tiver como receber por isso.

Hoje em dia, o consumidor quer ter a possibilidade de escolher como prefere pagar. Tem gente que gosta de fazer pagamentos no cartão e tem quem prefira pagar no Pix, por exemplo.

O importante é você disponibilizar diversas opções de meios de pagamento para atender diversos perfis de consumidores.

A Cielo oferece as soluções que você precisa para impulsionar seu negócio e cobrar por seus produtos ou serviços de forma rápida e tranquila, seja em vendas presenciais ou online.

Receba hoje mesmo uma oferta personalizada!


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288