Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

10 dicas para empreendedores iniciantes. Conquiste o sucesso!

Publicado por Equipe Cielo

Com o empreendedorismo em alta no Brasil, muita gente acaba buscando dicas para empreendedores iniciantes. Isso é algo bastante positivo, já que a preparação adequada e o planejamento são fatores essenciais para negócios de sucesso.

Afinal, não basta ter uma ideia de negócio e muita vontade para que tudo dê certo. Liderar a própria empresa é algo que exige aprimoramento constante e capacidade de adaptação diante dos desafios.

Por tudo isso, preparamos um texto repleto de informações e dicas para você começar a empreender!

Começando um negócio: quais são os desafios do empreendedorismo?

De acordo com um relatório da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), divulgado pelo Sebrae, o Brasil ocupa o 7º lugar entre 50 países com maior número de pessoas empreendedoras que têm mais de 3,5 anos de atuação no mercado.

A motivação para começar um negócio varia. De acordo com um outro estudo, realizado pela MindMiners a pedido do PayPal, as pessoas buscam empreender porque:

  • Enxergam o próprio negócio como oportunidade para ter mais autonomia: 57%
  • Desejam uma oportunidade para crescer 53%
  • Querem deixar de trabalhar para outras pessoas: 35%
  • Se sentem frustradas com o mercado de trabalho tradicional; 19%
  • Entendem o empreendimento como saída para crise: 18%
  • Querem melhorar o país: 17%
  • Buscam gerar impacto social positivo: 16%
  • Tiveram frustração com algum produto/serviço: 6%

Quem participou da pesquisa também indicou os desafios que dão muita ou alguma dor de cabeça para quem tem sua própria empresa:

  1. Burocracia para abrir a empresa: 41%
  2. Investimento para começar o negócio: 36%
  3. Recrutamento e seleção: 34%
  4. Finanças: 27%
  5. Capacitação de equipe: 26%
  6. Desenvolvimento de produtos: 22%
  7. Controle de estoque: 22%
  8. Relacionamento com fornecedores: 19%
  9. Relacionamento e retenção de clientes: 17%
  10. Desenvolvimento do plano de negócio: 16%

Fatores como precificação de produtos/serviços (15%); desenvolvimento da marca e comunicação (15%); gestão de redes sociais (14%); definição do público-alvo (13%) e escolha de métodos de pagamento para cliente final (9%) também merecem destaque.

Essas informações são importantes pois ajudam a entender que o empreendedorismo impõe desafios sobre diversos aspectos, exigindo uma boa visão sobre temas variados.

Assim, se você pretende criar um negócio do zero, precisa se preparar para lidar com uma ampla gama de assuntos – da gestão financeira às estratégias de marketing para aumentar suas vendas, passando por compras, inventário de estoque e administração de pessoal.

Dicas para começar a empreender: 5 passos essenciais para abrir seu negócio

Se você está buscando dicas para começar a empreender, é bom saber que o trabalho começa muito antes de abrir as portas da sua loja física e/ou colocar sua loja virtual no ar.

Um dos grandes segredos para ter um negócio de sucesso é investir uma boa dose de tempo e dedicação ao planejamento da sua futura empresa.

Essa fase será essencial para você ter uma visão mais ampla do que você vai precisar para tirar sua ideia do papel: investimento, infraestrutura necessária, documentação, compra de insumos para vender seus produtos ou serviços etc.

Independente de qual ramo você pretende se estabelecer, há cinco passos essenciais que você deve levar em conta para abrir seu próprio negócio. Confira!

Passo 1: Escolha um segmento de atuação

Antes de mais nada, você precisa escolher um segmento de atuação. O ideal é que essa escolha leve em conta dois fatores: afinidade com o setor escolhido e conhecimento da área. Parece óbvio?

Pois saiba que o mesmo estudo da MindMiners que citamos acima, indicou 52% das pessoas que pretendem abrir um negócio não têm conhecimento sobre o setor em que pretendem atuar.

Então, se você conhecer a fundo o segmento do seu negócio, já sai em vantagem diante da concorrência. E nada melhor do que trabalhar com o que a gente gosta para ter um “gás extra” nos momentos mais desafiadores.

Junto com o segmento, defina se seu negócio será físico, online ou híbrido, pois isso faz toda diferença no planejamento como um todo.

Passo 2: Pesquise o mercado

Após definir o segmento de atuação, é hora de pesquisar o mercado. Busque informações sobre o momento atual do setor, as projeções para curto/médio prazos e as tendências para o futuro.

Se você quiser ter uma loja física, avalie a localidade e estabeleça um “raio” de atuação para concentrar seus esforços num primeiro momento.

Se a ideia for começar um e-commerce, não esqueça de considerar que, para fazer vendas online, a logística de entrega fará toda diferença para conquistar ou perder clientes.

Afinal, possíveis clientes estarão em qualquer parte do país e você precisa se preparar para atender bem essas pessoas.

Entenda bem seu público-alvo e suas necessidades – fator que nos leva à dica seguinte.

Passo 3: Encontre diferenciais para sua empresa

Steve Jobs não inventou os smartphones, mas ninguém tem dúvidas que ele revolucionou essa indústria. Isso porque ele entendeu o que seu público desejava e buscou suprir essa necessidade desenvolvendo diferenciais para algo que já existia – e que resultaram no lançamento do iPhone.

É claro que estamos de talento único, mas buscamos esse exemplo exatamente para mostrar a importância da diferenciação para sua empresa.

Esse diferencial pode estar presente não só no produto ou serviço em si, mas também na forma como você busca melhorar a experiência dos clientes.

Passo 4: Elabore um plano de negócios

Elaborar um plano de negócios é um passo que vai estar presente em 11 de cada dez conteúdos com dicas para empreendedores iniciantes.

Ou seja: essa etapa é indispensável para que deseja ter sucesso no seu próprio negócio.

Afinal, é nesse documento que você vai detalhar a estratégia, as necessidades e o investimento a ser feito no empreendimento, além de mapear os pontos fortes, as fraquezas, as ameaças e as oportunidades da sua futura empresa.

Resumindo: para quem empreende, o plano de negócios funciona como o “plano de voo” para quem está pilotando um avião. Então, nem pense em “seguir viagem” sem isso, OK?

Passo 5: Busque orientação especializada

Depois de ter ideia de tudo que você precisa para abrir sua empresa, é hora de buscar orientação especializada para formalizar o seu negócio.

Não deixe de contar com o suporte de um(a) contador(a), profissional que pode dar o direcionamento necessário para começar sua nova empreitada.

Outra dica de ouro é buscar o Sebrae da sua região, já que a entidade desenvolve diversas iniciativas e oferece consultorias criadas especificamente para ajudar as pessoas que empreendem no país.

10 dicas para empreendedores iniciantes

E quando sua empresa já estiver funcionando?

Nesse caso, preparamos uma lista com dez dicas para empreendedores iniciantes e que pode ser consultada sempre que você precisar de uma ideia para saber o que fazer.

Confira!

1. Atualize seu plano de negócios

Lembra que comparamos o plano de negócios com um plano de voo? Então… Assim como na aviação, os negócios também estão sujeitos a mudanças em plena viagem. Alterações nas condições do destino, variações meteorológicas, mudança de aeroporto…

Sempre que isso acontece, é necessário adaptar a rota para as novas condições, ajustando o planejamento para que a viagem se mantenha segura.

No empreendedorismo, o mesmo acontece com seu plano de negócios. Revisite e atualize esse documento periodicamente. Diariamente, ocorrem mudanças que podem impactar sua empresa e você precisa se antecipar para lidar com as “novas condições de voo” rapidamente.

Daí a importância de fazer atualizações nas informações do seu plano de negócios.

2. Faça parcerias

Outra ação que pode trazer resultados positivos para o seu negócio é fazer parcerias com outros empreendedores. Da divulgação à oferta de produtos complementares, contar com o suporte de parceiros pode fazer muita diferença a seu favor.

Se você tiver uma loja física, avalie potenciais empresas parceiras nas redondezas.

Se você atuar no e-commerce, busque parcerias com sites que atuam no mesmo segmento que o seu, ajudando a divulgar sua loja virtual.

Você pode, por exemplo, fazer promoções para atrair clientes oferecendo produtos ou serviços que agreguem mais valor para seu público e tornem a experiência na sua loja mais completa.

Oferecer descontos por indicação também é uma ação interessante para começar.

3. Escute seus clientes

Quem está começando a empreender deve entender a importância de ouvir as pessoas. Clientes podem dar insumos muito valiosos para que você aprimore seu negócio ou identifique oportunidades de novos produtos/serviços.

Desde o início, procure incentivar que seu público compartilhe o que pensa com você, sejam críticas ou sugestões.

Escutar clientes também é bastante útil para descobrir possíveis “objeções” na hora de fechar uma compra, o que também é primordial para que você possa melhorar seus argumentos de vendas.

4. Desenvolva e valorize sua equipe

O mercadinho de sucesso no seu bairro ou a melhor corporação do mundo têm um ponto em comum: ambos são bons porque têm pessoas boas fazendo parte de suas equipes.

Não importa o tamanho da empresa: ela sempre é o reflexo de quem está tocando o dia a dia em cada detalhe.

Por isso, você deve buscar desenvolver sua equipe frequentemente. Isso quer dizer que, mais do que escolher com cuidado quem vai trabalhar no seu negócio, você deve valorizar essas pessoas.

Ofereça treinamentos, converse, peça a opinião delas e ouça tudo com atenção. Sua equipe, assim como seu público, também pode trazer informações essenciais para o sucesso da empresa.

5. Observe de perto suas finanças

A má administração financeira é uma das dez principais causas de fechamento de empresa de menor porte. E não tem muito jeito: sem dinheiro, seu negócio corre riscos.

Por isso, você deve fazer um bom planejamento orçamentário e acompanhar de perto suas receitas e despesas.

Se precisar de dinheiro para uma emergência, uma boa saída é fazer o adiantamento dos seus recebíveis.

Outra opção interessante é mudar o prazo de recebimento do valor das vendas feitas com cartão. Assim, você recebe o valor dessas transações em até dois dias úteis e melhora seu fluxo de caixa.

6. Encontre o preço ideal e sua proposta de valor

Quem começa a empreender geralmente encontra uma grande dificuldade em precificar seus produtos e serviços. Cobrar pouco pode afetar a lucratividade do negócio; cobrar demais, também (pois acaba espantando clientes).

Então, a primeira coisa que você precisa fazer é apurar os custos e despesas envolvidos. Não deixe de incluir gastos indiretos na conta, considerando tudo que for necessário para que os produtos/serviços sejam oferecidos.

Negociar com fornecedores pode ajudar a melhorar a margem de lucro e a ter preços mais competitivos.

A percepção do seu público também deve ser considerada. Se ele não perceber sua proposta de valor, muitas vezes não vai pagar o que você estipula.

Daí a importância de buscar alternativas para aumentar essa percepção, de forma que cada cliente reconheça o valor do que você vende – e pague por isso.

7. Invista sempre na sua capacitação

Aqui nesse texto, já falamos sobre a importância de desenvolver e valorizar sua equipe.

Mas não deixamos de lado o fato de que muitos negócios, na verdade, contam com a chamada “EUquipe”, onde quem empreende é responsável por todas as funções da empresa.

Contando ou não com outras pessoas no dia a dia, aí vai mais uma dica para empreendedores iniciantes: invista sempre na sua capacitação.

Mantenha o foco e desenvolva a disciplina de reservar um tempo para ler bons livros, fazer cursos e consumir conteúdos como podcasts, videocasts e tudo que possa ajudar seu desenvolvimento.

Conhecimento é sempre um diferencial para quem faz acontecer!

8. Aposte no relacionamento com clientes

Você pode até não ter produtos/serviços perfeitos. Mas, se tiver um atendimento impecável com seu público, isso vai contar muito a seu favor.

Então, apostar no relacionamento com clientes é uma das melhores dicas para empreendedores iniciantes que desejam ter sucesso.

Tenha atenção ao pós-vendas e na hora de tirar dúvidas sobre produtos, fazer trocas ou oferecer soluções alinhadas às necessidades das pessoas.

Use a proximidade que um pequeno negócio proporciona para criar laços com as pessoas – e veja a mágica acontecer!

9. Utilize dados na tomada de decisões

Usar o instinto pode ser bom, mas você já experimentou utilizar dados na tomada de decisões?

Conhecida como inteligência de negócios, essa prática vem sendo utilizada por empresas de todos os setores para definir ações e estratégias mais eficientes e que trazem melhores resultados.

Então, não deixe de usar os dados da sua empresa a seu favor!

10. Ofereça diversos meios de pagamento

Para fechar a lista de dicas para empreendedores iniciantes, nunca é demais ressaltar a importância de oferecer diversos meios de pagamento.

Afinal, se você dá poucas opções para as pessoas escolherem como elas preferem pagar por suas compras, é muito provável que você acabe perdendo vendas.

Além de aceitar as principais bandeiras dos cartões de crédito e débito, o ideal é que a maquininha e a solução de pagamentos da sua loja virtual também aceitem pagamentos com PIX, QR Code, carteiras digitais e tecnologia NFC, por exemplo.

Também é importante oferecer o pagamento parcelado, que ajuda a aumentar o poder de compra de clientes e o ticket médio gasto em cada compra.

 

E mais:

>> Como funciona a antecipação de recebíveis para MEI? Melhore a gestão do seu negócio

>> Ideias de negócios que dão lucro em cidades pequenas. Inspire-se!

>> Como criar um CNPJ para loja virtual? Documento é obrigatório?


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288