Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Saiba como empreender com pouco dinheiro!

Publicado por Equipe Cielo

Por diversos fatores, muita gente tem vontade de ter seu próprio negócio. E aí, a pergunta “como empreender com pouco dinheiro” acaba sendo uma dúvida muito comum – ainda mais, aqui no Brasil, considerado um dos países mais empreendedores do mundo.

A boa notícia é que é perfeitamente viável começar um negócio com orçamento curto. Mesmo com verbas limitadas, há opções para quem deseja seguir pelo empreendedorismo.

Continue a leitura e veja boas ideias de negócios para empreender com pouco dinheiro.

Conheça os principais desafios do empreendedorismo

No relatório de 2021 da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), divulgado pelo Sebrae, o Brasil ocupa a 7ª colocação entre 50 países no ranking de “Empreendedores Estabelecidos” (que têm mais de 3,5 anos de atuação no mercado).

A mesma pesquisa aponta ainda que, em 2021, 43 milhões de pessoas de 18 a 64 anos já tinham seu próprio negócio (formalizado ou não) ou realizaram ações com objetivo de ter sua própria empresa futuramente.

Mais do que saber como começar um negócio com pouco dinheiro, é preciso entender que o empreendedorismo impõe desafios diários e exige uma boa dose de resiliência e esforço.

Confira os principais desafios de quem empreende, de acordo com um estudo feito com quase 1.000 pessoas que têm seu próprio negócio no Brasil:

1. Gestão de pessoas

Independentemente do tamanho, toda empresa é feita por quem trabalha nela. Por isso, a gestão de pessoas foi apontada como o maior desafio do empreendedorismo.

Seleção e recrutamento, capacitação, legislação trabalhista, retenção de pessoal e cultura organizacional foram apontados como alguns dos temas mais desafiadores entre empreendedores e empreendedoras de diversos perfis.

2. Gestão financeira

Outro tema “espinhoso” para quem tem uma empresa é a gestão financeira. E como estamos falando em como começar um negócio com pouco dinheiro, o assunto deve ser levado ainda mais a sério para que o empreendimento se mantenha a médio e longo prazos.

Além do planejamento orçamentário, o capital de giro, o fluxo de caixa e o aumento de custos acima das receitas formam o conjunto de fatores que tornam as finanças um grande desafio para as empresas.

3. Assuntos jurídicos

Para 20% das pessoas quem empreendem, os contratos, as regulações e a carga tributária altamente complexa representam o maior desafio do empreendedorismo.

Esse impacto é ainda maior para pequenas empresas e quem atua como MEI, pois muitas vezes, quem está à frente dos negócios precisa lidar diretamente com as questões jurídicas e burocráticas sem suporte especializado.

Prepare-se para manter o foco e organizar bem o seu tempo para lidar com tudo isso!

4. Inovação

A criação da chamada “cultura da inovação” também foi apontada como um desafio do empreendedorismo.

No estudo, a pesquisa e o desenvolvimento de novos produtos/serviços, a dificuldade de monitorar os resultados práticos da inovação e a proteção das ideias impõe dificuldades a quem empreende.

Mas é importante lembrar que, ao contrário do que muitos pensam, inovar é algo simples e não depende, necessariamente, da tecnologia.

Qualquer ação que ajude a melhorar a experiência do cliente pode ser inovadora.

5. Marketing e vendas

E por falar em clientes, a pesquisa indicou as atividades de marketing e vendas como o quinto maior desafio do empreendedorismo.

Isso inclui: a satisfação dos(as) clientes, a gestão da marca e a divulgação e precificação de produtos e serviços.

Saber como escolher o ponto comercial e a distribuição também entram na lista de aspectos desafiadores dessas duas áreas essenciais para qualquer empresa de sucesso.

6. Operações e processos

Custos operacionais, controle dos processos e da qualidade dos produtos, logística, compras, fornecedores… Ufa!

Com tanta coisa, a gestão operacional dos negócios não podia faltar na lista dos principais desafios do empreendedorismo.

Então, se você quer saber como empreender com pouco dinheiro, vale ter atenção em dobro com este fator, já que os processos operacionais podem ter impacto bastante a sua margem de lucro.

7. Estratégia

“Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”. Essa frase da obra “Alice no país das maravilhas” encaixa perfeitamente nos negócios.

Ela serve para ilustrar a importância de ter uma estratégia bem definida – algo que foi apontado por quem está empreendendo como um dos maiores desafios para que a empresa dê certo.

Para evitar a falta de foco a médio/longo prazos e a má gestão de metas, toda pessoa empreendedora deve fazer um plano de negócios para sua empresa.

A partir da visão que ele oferece, é possível ter mais segurança para traçar os rumos do seu negócio.

8. Infraestrutura

A infraestrutura da empresa – incluindo segurança, dimensão adequada do espaço e recursos de tecnologia – também foi indicado como um grande desafio do empreendedorismo no estudo.

Esse fator pode ser ainda mais desafiante para quem quer abrir uma empresa com pouca verba. Dependendo do segmento em que vai atuar, começar um e-commerce em casa pode ser a melhor alternativa para quem está descobrindo como empreender com pouco dinheiro.

9. Acesso a crédito ou investimentos

Se você está querendo saber como abrir um negócio com pouco dinheiro, já deve saber a dificuldade que é conseguir um empréstimo ou linha de crédito. Uma em cada cinco pessoas empreendedoras afirmou que esse é o maior desafio que elas enfrentam.

Então, vale buscar alternativas para manter o caixa da sua futura empresa em dia – como o adiantamento de recebíveis, por exemplo.

10. Governança corporativa

Apenas empresas que têm uma “EUquipe” não enfrentam esse desafio. Problemas com familiares e sócios se destacam como principais causas de problemas de governança.

Por isso, já fica a dica: se você quer empreender e está buscando alguém para entrar nessa empreitada com você, escolha bem essa pessoa.

Uma parceria ruim pode gerar muita dor de cabeça e até comprometer o futuro do seu negócio!

Fonte: Pesquisa Desafios dos Empreendedores Brasileiros – Endeavor/Datafolha, com apoio da Neoway.

Você tem perfil empreendedor?

Pelo que vimos até aqui, já é possível perceber que a vida de quem empreende não é fácil… Por isso, é importante saber se você tem perfil empreendedor. Aí vem a dúvida? Que perfil é esse?

No livro “Transformando ideias em negócios”, o autor José Dornelas – considerado um dos maiores especialistas em empreendedorismo no Brasil – listou características de quem tem esse perfil.

Separamos cinco das principais qualidades que ele aponta nas pessoas que têm sucesso como empreendedoras:

  1. Têm visão: conseguem avaliar como será o futuro do negócio e transformar sonhos em realidade.
  2. Sabem tomar decisões: conseguem decidir e agir rapidamente, mesmo em momentos difíceis.
  3. Exploram oportunidades: geram boas ideias a partir do que todo mundo vê (e não identifica como uma oportunidade de fato).
  4. Determinação: têm grande vontade de fazer acontecer, aliando dinamismo às ações.
  5. Planejam sempre: se dedicam ao planejamento de cada etapa do negócio.

Por que criar um negócio próprio?

A ideia de ter o seu próprio negócio surge por diversas razões, sejam elas emocionais, financeiras ou sociais.

O relatório do GEM 2021, que citamos acima, indica as principais razões que levam as pessoas a criarem seus próprios negócios. São elas:

  • Fazer diferença no mundo;
  • Construir patrimônio ou ter renda alta;
  • Dar continuidade à tradição familiar;
  • Ter uma fonte de renda diante do desemprego e da falta de oportunidades no mercado profissional.

As pessoas que participaram do estudo apontam ainda o desejo de independência como uma motivação comum para quem está começando um negócio.

Busque orientações sobre a legalização do negócio

Outra medida importante para saber como abrir um negócio com pouco dinheiro é buscar orientações sobre a legalização da sua empresa.

Assim, você vai saber quanto precisa para formalizar sua empresa e ter um CNPJ e todas as autorizações necessárias para o seu negócio funcionar legalmente.

Uma boa dica: o Sebrae oferece suporte especializado sobre esse assunto e pode ajudar bastante a realizar essa etapa da melhor maneira possível.

Importante: se você quer abrir um e-commerce, o CNPJ não é obrigatório. Apesar disso, você deve criar um CNPJ para sua loja virtual.

Além de gerar credibilidade com clientes, há plataformas de marketplace que exigem CNPJ para que você possa realizar vendas.

Como empreender com pouco dinheiro? Veja algumas alternativas

Agora, é hora de darmos algumas alternativas de como começar um negócio com pouco dinheiro.

Antes de mais nada, ter conhecimento do segmento onde vai atuar e gostar do tipo de produto/serviço que vai vender são diferenciais importantes.

Esses dois fatores vão ajudar você a ter motivação sempre que tiver alguma dificuldade, servindo também para identificar boas oportunidades no mercado.

E, para começar sem precisar de muito investimento, sua empresa pode:

  • Vender produtos produzidos a partir de uma habilidade ou talento Exemplo: ganhar dinheiro com artesanato;
  • Ser uma loja virtual (onde o custo para começar é bem menor que uma loja física);
  • Oferecer serviços que você sabe executar.

Confira algumas ideias:

Revenda de roupas e perfumes

As roupas sempre aparecem na lista de produtos mais vendidos. Além de necessários, os itens desse segmento estão entre os mais consumidos nas compras por impulso.

O mesmo acontece com os perfumes e cosméticos. Assim como as roupas, esses itens também aparecem em um ranking de produtos com maior intenção de compra.

Revender roupas e perfumes é uma ótima pedida para quem quer começar com pouco dinheiro.

Isso porque muitos fornecedores desses dois segmentos disponibilizam produtos em consignação – ou seja, as mercadorias que não são vendidas podem ser devolvidas.

Esse modelo é bem interessante para quem tem pouco dinheiro para investir e precisa criar um pequeno estoque para começar a vender.

Venda de infoprodutos

Os “infoprodutos” é o nome dado aos itens “intangíveis”, que podem ser vendidos em formato de arquivo de áudio, texto ou vídeo para consumo digital.

Apostilas, e-books, cursos em vídeo e podcasts são bons exemplos de infoprodutos cada vez mais consumidos através de celulares, tablets ou leitores de publicações eletrônicas.

Para começar, o ideal é escolher um nicho/tema onde você tenha conhecimento para produzir esse tipo de conteúdo.

Em seguida, escolha o formato mais adequado à sua proposta, veja o que precisa para começar sua produção e vá em frente!

Ah! Não esqueça de buscar uma plataforma para comercializar seu infoproduto. Há várias opções disponíveis no mercado, de acordo com o tipo de arquivo produzido.

Oferta de aulas particulares

Outra forma de começar a empreender com pouco dinheiro é oferecendo aulas particulares. E, nesse caso, não estamos falando somente de conhecimentos acadêmicos ou escolares, mas também de todo tipo de conhecimento “extracurricular”.

Sabe costurar ou fazer croché? Toca bem algum instrumento musical? Sabe fazer trabalhos manuais, cantar ou tem algum outro talento especial?

Então, coloque esse conhecimento “pra jogo”! Há sempre alguém querendo aprender – e, disposto a pagar por isso!

Produção de doces ou salgados

Outra forma de empreender com pouco dinheiro é investir na produção de doces ou salgados para comercialização. Dependendo da sua capacidade de produção, avalie se é melhor fazer vendas no varejo ou atacado, ou seja, para consumo individual ou para festas e eventos.

Se optar pela venda em maiores quantidades, mais do que nunca é importante formalizar o negócio e possibilitar a emissão de nota fiscal (algo necessário para vender para empresas).

Neste segmento, é importante montar um calendário de datas comemorativas que você pode explorar, fazendo promoções para atrair mais clientes.

Venda de marmitas fitness

Ainda no segmento de refeições, outra oportunidade para quem busca começar um negócio com pouco dinheiro é a produção de marmitas fitness para vender.

Como a alimentação saudável é uma das principais tendências do momento, não vai faltar demanda para esse tipo de produto/serviço, principalmente se você conseguir vender através de aplicativos de delivery.

Uma forma de conseguir bons insumos para produzir os pratos, é fazer parcerias com pequenos produtores de frutas, legumes e verduras da sua localidade.

Se a produção for orgânica, melhor ainda! Muita gente tem dado preferência ao consumo de alimentos produzidos sem fertilizantes ou agrotóxicos.

Barbearia ou salão de beleza delivery

No cenário trazido pela pandemia, cada vez mais serviços passaram a ser oferecidos no formato de delivery.

Seguindo essa tendência, negócios como barbearia e salão de beleza estão se adaptando aos novos tempos e acabam sendo uma opção viável para quem busca maneiras de empreender com pouco dinheiro.

Neste caso, você deve adquirir os itens que precisa para atender clientes em suas residências, mantendo a qualidade do que vai ser feito.

Por isso, avalie bem que tipo de serviço que você vai oferecer, considerando as necessidades de deslocamento que você também vai ter.

Manutenção de celulares

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil tem mais de 259 milhões de celulares. Como o país tem cerca de 214 milhões de habitantes, na prática isso quer dizer que temos mais celulares do que pessoas por aqui…

Esses dados ajudam a gente a ter uma visão do mercado da telefonia móvel e do grande número de oportunidades relacionadas a ele.

Como o celular já faz parte do dia a dia de tantas pessoas, quando o aparelho tem qualquer problema, ninguém fica esperando muito tempo para consertar.

Por isso, investir num curso de manutenção de celulares para oferecer esse serviço é uma excelente opção para quem quer saber como empreender com pouco dinheiro.

Após começar, não esqueça de fazer divulgação no WhatsApp com familiares e pessoas próximas,  pedindo indicações de possíveis clientes.

Serviço de reformas e pequenos reparos

Quem nunca foi surpreendido com um vazamento na bica da cozinha ou um chuveiro que queimou? Por mais simples que o serviço aparente ser, poucas pessoas se aventuram a fazer o reparo sozinhas.

É por isso que esse segmento também é uma boa opção se você está buscando descobrir como ter um negócio com pouco dinheiro.

E você pode ampliar os serviços oferecidos, atuando também no conserto, reforma e customização de móveis, por exemplo.

Comece oferecendo o serviço nas proximidades de onde você mora. Vale investir em cartões de visita e panfletos para distribuir em condomínios e lojas de bairro relacionadas ao setor em que atua ou com boa movimentação (como mercadinhos, por exemplo).

A medida que você “sentir” que o negócio está dando certo, amplie seu público divulgando seu serviço nas redes sociais como o Instagram, por exemplo.

Estúdio de tatuagem

Ter um estúdio de tatuagem realmente não exige um investimento muito alto e é algo que pode até ser montado em casa.

No entanto, é preciso ter atenção, porque essa atividade exige várias licenças específicas – incluindo algumas relacionadas a questões de saúde e higiene, estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Também é necessário investir em cursos e especialização no ramo, de forma a garantir que você se prepare bastante para oferecer um serviço de qualidade.

Dica: clique aqui e veja o conteúdo que o Sebrae disponibiliza para quem quer montar um estúdio de tatuagem.

Impressão sob demanda

Nos anos 90, a “Egonomia” já era apontada como uma das principais tendências de mercado pela futuróloga Faith Popcorn – considerada como a “Nostradamus” do marketing, por identificar “novas ondas” de produtos e segmentos.

Não por acaso, a customização e personalização de produtos está muito em alta! Muita gente deseja produtos únicos e que expressem sua personalidade.

Então, se você procura uma oportunidade de empreender com pouco dinheiro, esse segmento é uma excelente opção.

Camisetas, canecas, bonés, aventais, bolsas, itens de decoração para festas… Não faltam opções de produtos que você pode oferecer não só para conquistar, mas para fidelizar clientes e vender mais e mais!

Além de demandar um nível de investimento relativamente baixo, uma loja de impressão sob demanda pode ser montada na sua residência. Neste caso, considere também investir no seu site e fazer vendas no e-commerce.

Começando um negócio com pouco dinheiro: como receber pagamentos pelos produtos e serviços?

E agora que você já tem ideia de como empreender com pouco dinheiro, não esqueça de buscar alternativas para receber pagamentos pelos seus produtos ou serviços, seja na loja física ou na loja virtual. Confira algumas opções!

Links de pagamento

Com um link de pagamentos, você pode fazer vendas online sem precisar de um site.

Basta compartilhar o link gerado nas redes sociais, por email ou WhatsApp para receber pagamentos com segurança e simplicidade.

Outra vantagem: você pode gerar links de pagamento para vender parcelado sem ter maquininha. Além disso, todas essas vendas podem ser integradas ao seu sistema de pagamentos.

Saiba mais >>> Cielo Super Link

Checkout (página de pagamento para sites)

Para quem vai ter uma loja virtual, vai precisar ter uma boa página de pagamentos para não perder nenhuma venda.

Isso porque, segundo estatísticas do mercado, é nesse momento que costumam ocorrer quase 80% dos abandonos de carrinho.

Sua página de checkout precisa ser segura, rápido e estar integrada ao seu site, simplificando a experiência de seus clientes.

Saiba mais >>> Cielo Checkout

Maquininha de cartão

Se estamos falando de soluções de pagamento, impossível não falar das maquininhas de cartão.

Ao escolher a maquininha para o seu pequeno negócio, considere não só as taxas, mas todas as soluções agregadas que ela pode oferecer para melhorar a gestão, as finanças e as vendas da sua empresa.

Também é importante ter uma maquininha que possibilite pagamentos com cartões de diversas bandeiras, vale alimentação ou refeição e alternativas como Pix, QR Code e pagamentos por aproximação (NFC).

Saiba mais >> Maquininhas da Cielo


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288