Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Plano de negócios: o que é e como fazer

Publicado por Equipe Cielo

Entenda o que é plano de negócio, porque é tão importante e os requisitos necessários para você criar um na sua empresa

A maioria dos empreendedores pode passar por apuros nos primeiros meses de vida do seu negócio, por não se planejar corretamente. Além das ideias, escolha do ponto comercial e o conhecimento dos custos, planejar o futuro da empresa é essencial. Para que seu empreendimento não corra riscos futuros, neste texto falaremos sobre plano de negócios: o que é e como fazer um plano de negócios indispensável.

O que é plano de negócios?

O plano de negócios é o instrumento ideal para traçar um modelo do mercado, do produto e das atitudes do empreendedor. É por meio dele que você terá informações detalhadas do seu ramo, produtos e serviços, clientes, além de concorrentes, fornecedores e, principalmente, pontos fortes e fracos do negócio. A soma dessas informações contribui para a identificação e validação da sua ideia e  gestão da empresa. 

Na prática, o plano de negócios é um documento que descreve os objetivos  de um negócio e quais passos devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo riscos e incertezas. Um plano de negócios permite identificar e restringir seus erros no papel, em vez de cometê-los na vida real.

Por que o plano de negócio é importante para minha empresa?

O plano de negócios é importante tanto para quem está abrindo o negócio quanto para quem está na fase de ampliação do empreendimento. 

Importante lembrar que esse planejamento não elimina os riscos, mas evita que erros sejam cometidos pela falta de análise, diminuindo as incertezas do seu negócio. Saiba abaixo alguns dos benefícios do plano de negócios.

  • Organiza as ideias ao iniciar um novo empreendimento.

  • Orienta a expansão de empresas já em atividade.

  • Apoia a administração do negócio, seja em seus números, seja em estratégias.

  • Facilita a comunicação entre sócios, funcionários, clientes, investidores, fornecedores e parceiros.

  • Capta recursos, sejam financeiros, humanos ou parcerias.

 

Como fazer o plano de negócio?

Separamos sete passos para você se basear em um plano de negócios pronto e simples. Confira a seguir.
 

1. Início 

Conhecer o ramo de atividade, definir produtos e analisar o local de estabelecimento constituem algumas medidas que o empreendedor tem de levar em consideração na hora de montar o seu negócio.

2. Mercado

Você deve analisar o mercado para a elaboração do plano de negócios. É fundamental saber quem são os clientes, concorrentes e fornecedores, além de definir quais produtos ou serviços que vai oferecer. Definindo seu público-alvo e como irá impactá-lo, você economiza recursos.

É importante pensar no posicionamento do seu produto. Como ele será visto pelo mercado? É um produto de boa qualidade e com custo-benefício apropriado ou com o preço acima da média?

As informações coletadas vão traçar um retrato do mercado e indicar se a empresa está indo na direção dos desejos dos futuros clientes. Esses resultados indicarão as ações de marketing para sua empresa conquistar o público logo no início da atuação.

Clique para conhecer como controlar seu estoque e ter os detalhes do seu negócio na palma da mão.

3. Marketing

O marketing explora, cria e entrega atividades desenvolvidas pela empresa para atender aos desejos e necessidades dos clientes. Essas atividades podem ser classificadas em áreas básicas, que são traduzidas nos quatro “Ps”. 

Produto, Pontos de venda, Promoção (comunicação) e Preço.

É importante saber o valor que seu produto carrega, seja no preço ou na qualidade. Conhecer o que está vendendo ajuda a convencer outras pessoas a comprá-lo. 

4. Operacional

Essa parte é responsável pelo “como fazer”. O plano operacional descreve a estrutura da empresa: localização, instalações físicas e equipamentos. O empresário também faz estimativas sobre a capacidade produtiva ou de quantos clientes consegue atender por mês, além de traçar quantos serão os funcionários e quais as tarefas de cada um.

Clique e conheça o portfólio de maquininhas da Cielo. 

5. Financeiro

Com o plano financeiro, o empreendedor terá noção do quanto deve investir para concretizar a empresa. O documento deve conter, basicamente, as estimativas de custos iniciais, despesas e receitas, capital de giro e fluxo de caixa e de lucros.

Clique e confira dicas essenciais para aumentar o faturamento do seu negócio.

6. Cenários e estratégia

Esse tipo de análise auxilia a prever situações que podem afetar os resultados da empresa. Quais caminhos seguir e quais alternativas devem ser adotadas, por exemplo. A análise de cenários auxilia na análise estratégica. Com base nos cenários, é possível chegar nas estratégias que deverão ser implementadas.

7. Avaliação do plano de negócio

Pronto, seu plano de negócio está completo! Mas não acaba por aí. Agora, é hora de avaliar cada detalhe e colocar o plano em prática. Lembre-se de que o plano de negócio é uma ferramenta de gestão e deve ser revisado periodicamente.

Aprenda como elaborar um plano de negócios

O Sebrae preparou um manual que vai orientá-lo a criar o seu modelo de plano de negócios.  Confira alguns temas abordados. 

  • Explicações sobre o que é e como proceder em cada etapa da elaboração do plano.

  • Dicas sobre questões específicas importantes para a construção de um plano eficiente.

  • Quadros a serem preenchidos para praticar os pontos apresentados, além de exemplos.

  • Um modelo de plano de negócio que você pode usar para a sua empresa.

Baixe o arquivo em PDF e comece hoje mesmo a elaborar o plano de negócios da sua empresa

Lembre-se de que a preparação de um plano de negócio não é uma tarefa fácil, pois exige persistência, comprometimento, pesquisa, trabalho duro e muita criatividade.

Como continuar com meu negócio durante a pandemia do COVID-19?

Diante do surto mundial do coronavírus, os pequenos negócios precisam buscar novas formas de se reinventarem para enfrentar a crise e não sofrer grandes prejuízos. Confira algumas alternativas para contornar o problema:

1. Esteja online

Se você pode oferecer seus produtos ou serviços online, aproveite. Sem poder frequentar shoppings e centros comerciais, os consumidores aderiram às compras virtuais.

2. Negocie despesas

Para não ficar sem recursos, antecipe o contato com fornecedores. Como o problema é global, muitas empresas que estão dispostas a negociar para não ficar no vermelho. Procure também, negociar despesas bancárias e busque um prazo maior para o pagamento de dívidas.

3. Promoções e liquidações

Promova liquidações dos produtos que estão em estoque há muito tempo e faça  promoções daqueles menos vendidos. Verifique a possibilidade de serviços de entrega e amplie as formas de pagamento para manter sua clientela.

4. Aproveite as ferramentas online

Presta serviços presenciais? Aproveite as ferramentas online de conversa como Skype, Duo e Hangout para agendar reuniões, aplicar cursos e consultorias.

5. Seja um bom líder

Avalie as necessidades de sua equipe. Serviços que podem ser feitos remotamente devem ser liberados para home office. Não mantenha pessoas aglomeradas, faça escalas de trabalho ou libere seus funcionários.

Matérias mais recentes

Cielo abre Programa de Formação para Consultores de Negócios Trainee exclusivo para PcDs

A Cielo está com inscrições abertas para seu primeiro Programa de Formação para Consultores de Negócios Trainee voltado exclusivamente a…

Publicado por Equipe Cielo

Com executiva da IBM, Garagem Talks promove bate-papo sobre a responsabilidade social das empresas tecnológicas

No dia 24/09, o Time Cielo participou de mais uma edição do Garagem Talks, nosso encontro quinzenal sobre tecnologia e…

Publicado por Equipe Cielo

Precisando investir mais na Black Friday? Contrate o Receba Rápido e tenha dinheiro na mão em até 2 dias!

Oficialmente, a Black Friday é só dia 26 de novembro, mas os preparativos já começaram. É hora de investir em…

Publicado por Equipe Cielo

Dia Nacional da Inovação: saiba mais sobre o Garagem, hub que faz da Cielo uma empresa cada vez mais inovadora!

Em 19 de outubro, comemoramos o Dia Nacional da Inovação. A data foi escolhida para relembrar o primeiro voo bem-sucedido…

Publicado por Equipe Cielo

ICVA aponta: vendas no varejo cresceram 0,6% em setembro

Este é o sexto mês seguido de alta, puxada pelos setores de Serviços.   O Índice Cielo do Varejo Ampliado…

Publicado por Equipe Cielo

Como vender mais oferecendo mais opções de pagamento

Para proporcionar uma ótima experiência de compra para seus clientes, é necessário considerar vários aspectos como: atendimento, suporte pós-vendas, qualidade…

Publicado por Equipe Cielo
Ver mais matérias

Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288