Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Dia do Consumidor: o que é? Quando surgiu? Como vender mais?

Saiba a origem histórica do Dia do Consumidor, como surgiu e veja dicas de como aquecer as vendas nessa data, que é considerada a Black Friday do primeiro semestre.
Publicado por Equipe Cielo

Dia do Consumidor: o que é? Quando surgiu? Como vender mais?

O Dia do Consumidor é comemorado em 15 de março e foi criado com o objetivo de promover o respeito e a proteção aos direitos e às necessidades dos consumidores.

Além da conscientização, a data também é sinônimo de “promoção” e vem obtendo cada vez mais força no calendário do Varejo como forma de aquecer as vendas no primeiro trimestre do ano.

Considerando a importância do Dia do Consumidor, decidimos fazer esse texto, onde falamos sobre a origem histórica da data, como  surgiu e ainda dar dicas de como você aumentar suas vendas com ela.

Continue a leitura!

Quando é comemorado o Dia do Consumidor?

O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor ou, simplesmente, Dia do Consumidor, é comemorado anualmente em 15 de março.

No entanto, nos últimos anos, vem acontecendo com essa data algo semelhante ao que ocorre com outras datas promocionais, como por exemplo, a Black Friday.

Assim, mais do que ser comemorado em um único dia, o Dia do Consumidor tem se estendido por um período maior, como forma de aumentar as vendas no e-commerce ou nas lojas físicas.

Dessa forma, é cada vez mais comum termos a “Semana do Consumidor” ou até o “Mês do Consumidor” no calendário varejista.

Qual é a origem da data?

O Dia do Consumidor é comemorado em 15 de março porque nessa mesma data, no ano de 1962, o então presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, enviou uma mensagem ao Congresso norte-americano abordando a questão dos direitos do consumidor.

A atitude, pioneira entre as lideranças políticas mundiais, chamava a atenção para a importância de conscientizar as pessoas sobre as necessidades dos consumidores.

Na carta, Kennedy destacou os quatro direitos fundamentais de todas as pessoas consumidoras:

  1. O direito à vida e à segurança;
  2. O direito à informação;
  3. O direito de escolha;
  4. O direito de ser ouvido.

Fonte: Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec)

A partir de 1983, a Consumers International, organização independente que reúne mais de 200 grupos de defesa dos consumidores, adotou o 15 de março como Dia Mundial dos Direitos do Consumidor.

Anualmente, essa instituição define um tema-chave para a data, desenvolvendo campanhas que reforçam aspectos específicos das necessidades de consumidores e das relações de consumo.

Em 2022, o tema escolhido foi “Finanças Digitais Justas para Todos”.

Qual a diferença entre o Dia do Consumidor e o Dia do Cliente?

E já que estamos falando do Dia do Consumidor, vale destacar que essa data comemorativa é diferente do Dia do Cliente.

O Dia do Cliente é comemorado em 15 de setembro e foi criado em 2003 por um empresário brasileiro que tinha como principal objetivo homenagear clientes, promovendo a proximidade com lojistas através de promoções especiais.

Dessa forma, a própria motivação que originou as duas datas evidencia a diferença entre elas.

Enquanto o Dia do Consumidor surgiu como uma data de conscientização dos direitos dos consumidores, o Dia do Cliente foi criado com fins exclusivamente comerciais.

Quais foram os resultados do Dia do Consumidor nos últimos anos?

Por mais que tenha sido idealizado com objetivo de conscientizar as pessoas sobre seus direitos nas relações de compra e venda, o Dia do Consumidor foi incorporado ao calendário do Varejo como uma oportunidade de alcançar ou bater as metas de vendas.

Por isso mesmo, essa data já é considerada como a “Black Friday do 1º semestre”, principalmente para o comércio eletrônico.

Em 2021, o faturamento das lojas virtuais entre os dias 02 e 15 de março chegou a R$ 6,3 bilhões – aumento de 85% em relação ao mesmo período de 2020.

No dia 15 de março, o ticket médio chegou a R$ 468,40 (alta de 4,7% do que a média dos 14 dias antes do Dia do Consumidor).

Nesse mesmo dia, as vendas no e-commerce alcançaram R$ 592 milhões, o que corresponde a 10% do total alcançado na primeira metade de março daquele ano.

Os números acima fazem parte do Relatório Dia do Consumidor 2021, produzido pela AlliN e a Social Miner.

Já a edição seguinte do mesmo estudo mostra que o faturamento na data foi ainda melhor em 2022.

Nesse ano, o Dia do Consumidor gerou um faturamento de R$ 722 milhões em 15 de março (22% a mais que em 2021), com um ticket médio de R$ 491 na data.

E quando observamos os resultados obtidos na 1ª quinzena de março, o valor faturado chegou a R$ 7,2 bilhões.

Já um outro levantamento, divulgado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), mostra que o Dia do Consumidor 2022 gerou um crescimento de mais de 40% nas vendas no Varejo no período em relação ao ano anterior.

Então, não dá para ter dúvidas: o Dia do Consumidor é uma oportunidade única para aquecer as vendas no 1º trimestre, momento em que o comércio, geralmente, sofre desaceleração após as festas de fim de ano.

Por que valorizar o consumidor em seu negócio?

Poderíamos falar dezenas de razões para você valorizar as pessoas que consomem no seu estabelecimento. Mas basta citarmos uma só: sem clientes, nenhuma empresa tem sucesso.

Você pode ter bons produtos, oferecer preços competitivos, fazer um bom giro de estoque para não perder vendas por falta de produtos…

Mas se seu atendimento não for bom, houver falhas na entrega, sua equipe não estiver bem preparada e o pós-vendas for ruim, não adianta: seu negócio não vai longe.

Então, valorizar o(a) consumidor(a) é questão de sobrevivência.

Antes de mais nada, você precisa conhecer bem o seu público. Para isso, nada melhor do que fazer uma pesquisa de perfil do consumidor, de forma que você consiga identificar as necessidades de cada um.

Isso é particularmente importante se pensarmos que um mesmo negócio pode ter clientes com diferentes necessidades.

Quem tem uma barbearia, por exemplo, tanto pode ter clientes que desejam consumir apenas “o básico” como também ter consumidores que demandam serviços adicionais como limpeza de pele, esfoliação, podologia, manicure, hidratação e por aí vai…

Somente se você conhecer seu público será possível traçar estratégias eficientes para entregar aquilo que cada um percebe como valor.

Através de ações aparentemente simples como, por exemplo, trabalhar melhor seus argumentos de vendas ou oferecer um produto para clientes que realmente atenda um desejo ou uma dor, você faz com que as pessoas se sintam valorizadas como consumidoras.

E isso, naturalmente, vai ajudar a aumentar a receita do seu negócio.

Como vender mais no Dia do Consumidor?

O primeiro passo para você vender mais no Dia do Consumidor é incluir a data no calendário promocional do seu negócio, de forma que você possa planejar e se preparar com antecedência.

Afinal, você vai precisar fazer o inventário do estoque, adequar o fluxo de caixa e, claro, ter as quantidades necessárias de cada item para atender ao aumento da demanda.

Se tiver uma loja virtual, não deixe de dar atenção especial à logística, garantindo que as compras sejam entregues dentro do prazo.

Confira cinco dicas valiosas para você impulsionar as vendas nessa data!

1. Melhore a experiência do seu cliente

Como estamos falando do Dia do Consumidor, o mínimo que se espera é que seu estabelecimento não traga nenhuma dor de cabeça para quem está comprando.

Mas, se possível, você deve ir além e procurar melhorar a experiência do seu/sua cliente.

Uma boa forma de fazer isso é mapear cada etapa da jornada dos seus consumidores, avaliando o que precisa ser aprimorado.

É importante conversar com as pessoas que fazem parte da sua equipe, para que elas possam compartilhar suas percepções também. Você pode ter boas ideias a partir daí.

2. Faça promoções relevantes para o seu público

Ao criar uma promoção para o Dia do Consumidor, não considere apenas a necessidade de vender produtos que estão “encalhados” no estoque.

Para isso, faça promoções relevantes para seu público, dando a ele oportunidade real de adquirir seus “objetos de desejo” de forma mais em conta.

Faça uma lista com os produtos mais cobiçados e procure negociar com fornecedores para oferecer preços competitivos.

Outra boa dica é preparar ofertas especiais, baseadas nas últimas compras feitas por cada cliente.

3. Otimize a sua divulgação para o público certo

Passe a limpo todas as ações de divulgação que você realizou, avaliando conteúdos, canais e o investimento feito (se for o caso). Elas deram o resultado esperado?

Se a resposta for sim, mantenha o trabalho. Se a resposta for não, pode ser que você esteja “mirando” no alvo errado.

Nesse mesmo texto, falamos da importância de pesquisar e conhecer o perfil de seus clientes. Esse é um dos momentos em que que isso faz toda a diferença: na hora de planejar sua divulgação.

Para otimizar seus esforços e ajudar você vender mais, a divulgação precisa ser direcionada para o público correto, levando as mensagens certas, nos canais necessários.

4. Promova pesquisa de satisfação

Será que seu público está satisfeito com a qualidade do seu produto/serviço? E o atendimento, como está? Como ele avalia o seu negócio? Será que sua empresa seria recomendada para outras pessoas?

As pesquisas de satisfação são essenciais para você obter essas respostas, mostrando se você está no caminho certo e identificando oportunidades de melhoria para o seu negócio.

Através dos feedbacks (retornos) de clientes, você obtém insumos preciosos para saber o que seu público pensa, fazendo também com que ele se sinta valorizado e ouvido.

Além disso, as respostas permitem que você tome decisões com base em informações referentes à sua realidade, usando os dados a favor do seu negócio.

5. Faça ações exclusivas e foque na fidelização do consumidor

E já que estamos falando de dicas para o Dia do Consumidor, nada melhor do que valorizar quem compra no seu estabelecimento há muito tempo. Como?

Mostrando a essas pessoas que elas são especiais para o seu negócio.

Cupons com descontos mais expressivos, brindes personalizados, lançamento antecipado de produtos, frete grátis, condições especiais de pagamento…

Não faltam ideias de ações exclusivas que você pode fazer como forma de reconhecimento para um determinado grupo de consumidores.

Além de gerar percepção positiva para seu público como um todo, iniciativas exclusivas ainda ajudam a fidelizar clientes.

Dê atenção especial ao pós-venda e surpreenda clientes!

E para fechar, vamos a um bom e velho clichê: para quem tem um negócio, o Dia do Consumidor precisa ser celebrado todo dia!

Na prática, isso quer dizer que pessoas empreendedoras, como você, devem tratar cada cliente como prioridade em cada etapa da jornada de consumo.

Uma maneira infalível de criar um diferencial positivo para o seu negócio é dar atenção especial ao pós-venda, ou seja, tudo aquilo que você proporciona ao seu público após a aquisição do seu produto/serviço.

Embora seja ignorada por muitas empresas, a fase do pós-vendas estreita o contato com o(a) cliente e é fundamental para construir uma relação de longo prazo entre as pessoas e o seu negócio.

Isso pode ser estabelecido através de diversas ações, tais como:

  • Realizar pesquisas de satisfação (como falamos acima);
  • Dar suporte na utilização do produto, oferecendo dicas de manutenção, ideias e boas práticas de uso, gratuidade na primeira revisão periódica e muito mais;
  • Otimizar a experiência através da oferta de produtos/serviços adicionais. Nesse caso, o foco não deve ser somente em aumentar as vendas, mas sim em agregar valor real para as pessoas;
  • Convidar clientes para participar de programas de fidelidade, oferecendo vantagens e recompensas por isso;
  • Manter um atendimento de excelência para trocas, devoluções ou orientações gerais sobre seus produtos/serviços.

Pode ter certeza: trabalhar bem o seu pós-vendas vai ajudar você a alcançar bons resultados para o seu negócio e deixar seus consumidores satisfeitos!

E para melhorar ainda mais a experiência de seus clientes, conte com a empresa líder em pagamentos eletrônicos no Brasil e na América Latina.

Com a Cielo, você tem as soluções ideais para melhorar as vendas, as finanças e a gestão do seu negócio.

Seja cliente Cielo!

Veja outros conteúdos que podem ser úteis para você:


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288