Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Como fazer um inventário de estoque? Aprenda dicas práticas e efetivas

Quer aprender como fazer um inventário de estoque? Confira dicas práticas para essa tarefa e veja como ela ajuda seu negócio a crescer.
Publicado por Equipe Cielo

Mulher negra de camisa azul faz inventário de estoque de empreendimento.

Todo empreendedor que trabalha com a venda de produtos deve saber como fazer um inventário de estoque.

Afinal, essa é uma tarefa que garante que os clientes serão atendidos naquilo que buscam, além de evitar desperdícios.

Se você concorda que o controle de estoque é importante e necessário, mas encontra dificuldades para fazer, este conteúdo vai ajudar.

A partir de agora, vamos trazer dicas práticas e efetivas sobre como fazer um inventário de estoque e usar essa informação no seu planejamento de vendas.

Acompanhe até o final para conhecer ainda os tipos de inventário e tomar as melhores decisões para reduzir custos e ganhar eficiência na empresa.

O que é inventário de estoque?

Inventário de estoque é uma listagem de todos os itens armazenados por uma empresa para venda, sejam externos, como gôndolas de um mercado, ou internos, como no caso de um e-commerce.

Sua elaboração deve seguir determinados padrões, que são definidos pela própria empresa de acordo com variáveis como peso, tamanho, valores e localização.

Além disso, a maneira como é realizado o inventário na loja é orientada por normas do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Mas não se preocupe em pesquisar e ler sobre isso agora. Neste conteúdo, vamos mostrar de forma bem simples tudo o que você precisa saber e fazer.

Além disso, tenha em mente que vale aprender como fazer um inventário de estoque não apenas para cumprir normas contábeis, mas porque a tarefa ajuda seu negócio a crescer.

É o que vamos comentar a seguir.

Qual é a importância de fazer o inventário?

O inventário de estoque deve ser feito por todas as empresas que possuem produtos de qualquer tipo armazenados.

Seu objetivo é verificar com a maior precisão possível os itens e as quantidades de cada um.

Essa prática ajuda a evitar problemas nas áreas de suprimento, distribuição e logística de uma empresa.

Como exemplo, pense em um mercadinho que precisa repor estoque com alguma frequência.

Se o espaço não tiver um bom controle, o estabelecimento corre o risco de ficar sem algum tipo de produto para vender.

Ou o contrário: algum produto pode ficar armazenado em quantidade muito grande até passar o período de validade.

Tudo isso pode ser evitado com um bom inventário de estoque.

Quando fazer um inventário de estoque?

A periodicidade do inventário varia de acordo com a realidade do seu negócio.

No mínimo, empresas que não têm grandes volumes em seus depósitos fazem essa contagem ao final de cada ano.

Porém, com um intervalo tão grande entre a realização dos inventários, fica mais difícil analisar e corrigir eventuais erros e desvios de mercadorias.

Então, há gestores que preferem fazer uma contagem de referência a cada mês ou trimestre, por exemplo.

Por outro lado, mesmo que você não esteja entre os maiores varejistas do Brasil, vale pensar em um inventário permanente.

Sempre lembrando que é esse controle rígido do estoque que ajuda a reduzir perdas e planejar melhor as vendas, assim como as compras com fornecedores.

Inclusive, você pode usar um software de gerenciamento de armazém que atualiza os dados em tempo real.

Dessa forma, o controle é realizado sem precisar interromper suas outras atividades.

Como é realizado o inventário na loja

Antes de passarmos ao passo a passo sobre como fazer um inventário de estoque, vale entender como funciona esse processo e o que você pode fazer para torná-lo mais fácil.

A contagem propriamente dita se favorece quando você organiza bem os produtos nos pontos de venda.

Além de serem separados por marca, tipo e outras características, os itens devem ficar à mostra de uma forma que facilite a manipulação e o acesso ao código de barras.

Tome cuidado para não deixar um produto de um tipo em meio a outros, pois isso pode levar a erros na contagem.

Então, para efetivamente iniciar o inventário, leve em conta duas dicas essenciais:

Use um programa de gestão em seu estoque

Há empresas que adotam o inventário no papel, ou em uma planilha no computador.

Nelas, um funcionário usa uma lista de itens para conferir os produtos um a um.

Também há modelos prontos para usar no Excel ou Google Planilhas.

Porém, são práticas viáveis apenas em estabelecimentos com pouco volume e rotatividade de itens, pois deixam sua empresa exposta a falhas humanas.

E um simples erro pode comprometer seu planejamento e a tomada de decisão.

Por isso, é mais indicado o uso de um software de gestão que possibilite exportar arquivos e dados e importar resultados recebidos.

Pause entradas ou saídas de mercadorias durante o inventário

Como já destacamos, a elaboração do inventário de estoque requer organização dos produtos.

Por isso, o ideal é que as atividades da sua loja sejam interrompidas durante o processo.

Afinal, entradas e saídas de produtos podem dificultar a contagem e até mesmo levar a erros.

Já com tudo parado, fica mais fácil fazer a contagem dos produtos.

O ideal é ter um tempo somente para tarefas como etiquetar, datar, organizar e conferir cada produto.

Se você não conseguir tirar um dia para isso, escolha uma época de pouca movimentação no seu estabelecimento.

Quais são os tipos de inventário?

O inventário de estoque pode ter vários tipos, de acordo com a quantidade e a finalidade da contagem.

Veja abaixo os principais:

  • Rotativo: determina uma frequência para que o estoque seja submetido à contagem, muito usado por empresas com alto giro de mercadorias
  • Cíclico: determina uma frequência para o ajuste entre o volume dos itens e as informações de lançamentos contábeis, com o objetivo de aumentar a segurança da base de dados da loja
  • Periódico: a contagem é realizada ao final de um período previamente determinado, para atualizar dados, corrigir eventuais erros e elaborar demonstrativos financeiros detalhados
  • Parcial ou dinâmico: contabiliza apenas uma parte do estoque, para que se possa fazer um controle especial sobre determinado tipo de produto
  • Anual: feita ao final do ano fiscal para realizar o balanço anual do estoque e embasar decisões futuras
  • Geral: envolve contagem e identificação de todos os bens de uma empresa, para avaliar seu patrimônio.

Em seguida, vamos mostrar por etapas como fazer um inventário de estoque.

Como fazer um inventário de estoque: passo a passo

Agora, você já sabe que a realização de um inventário de estoque exige cuidado para evitar falhas.

Então, vamos ver detalhes sobre as etapas mais importantes desse processo.

1. Defina a metodologia que será usada

A contagem não pode começar sem a definição da metodologia que será usada.

Essa etapa é essencial para evitar que o processo sofra alguma mudança no meio do caminho porque um colaborador realiza a contagem de maneira diferente de outro.

A forma como os produtos serão quantificados, seja por peso, unidades, volume ou valor econômico, precisa ficar clara.

O método ABC, por exemplo, é uma maneira de classificar os produtos conforme suas rotatividades.

Porém, há outras estratégias de classificação, como zonas ou famílias de produtos.

O importante é que todas as pessoas envolvidas no processo sejam orientadas sobre a metodologia escolhida.

2. Escolha um dia ou horário para realizar o inventário

Como já explicamos, o ideal é pausar as atividades da sua empresa durante a contagem dos itens, para evitar entradas e saídas que possam atrapalhar o processo.

Por isso, o ideal é escolher um dia ou horário para isso.

Se for possível, interrompa toda a atividade do negócio para isso, ou aproveite os horários em que o estabelecimento está fechado.

Uma alternativa é levar em consideração o efeito da sazonalidade para organizar os estoques em períodos de pouca atividade.

3. Categorize seus produtos

Em um cenário ideal, seus itens já estão bem organizados para facilitar o processo de contagem.

Se esse não for o caso, não deixe de organizar tudo antes de começar o inventário.

Você pode usar etiquetas para inventário de estoque para separar caixas, prateleiras e armários.

Além de agilizar o processo, essas medidas ajudam a evitar erros na contagem.

4. Faça recontagem

A recontagem é um processo essencial para evitar falhas no processo.

A primeira contagem pode ser manual, com o contador conferindo quantos produtos há em uma fileira ou um corredor.

Depois, entra a contagem eletrônica, com uso de leitor de código de barras.

Assim, além de quantificar os itens, a recontagem torna possível detectar se há um produto de um tipo misturado a outros.

Então, as duas informações são comparadas para garantir que o inventário está correto.

5. Faça backup dos dados

Depois da contagem, a etapa seguinte é o arquivamento dos dados coletados.

Nessa hora, é essencial criar uma cópia de segurança dessas informações. Afinal, se elas forem perdidas, todo o processo precisa ser realizado mais uma vez.

Já pensou em terceirizar o serviço de inventário? Otimize seus recursos

Depois de conferir todas as dicas, você pode estar se perguntando: tem como fazer um inventário de estoque de maneira mais rápida e confiável?

Além do reforço da tecnologia, como já explicamos, uma alternativa é terceirizar o serviço de inventário.

Assim, você pode contar com o apoio de especialistas, que estão acostumados a esse serviço e conhecem todos os atalhos para evitar qualquer contratempo.

Aliás, ter especialistas ao seu lado é uma excelente dica de gestão, que vale para todas as áreas do negócio.

Nisso, você pode contar com a Cielo.

Com o Cielo Unifica, você garante o total controle sobre as maquininhas de cartão que utiliza para receber pagamentos, além de contar com um panorama geral do negócio para tomar as melhores decisões.

Já com o Cielo Farol, você usa a inteligência de mercado e a ciência de dados para ter uma visão completa da sua empresa e do mercado que participa.

Gostou? Não deixe de ler outros conteúdos em nosso blog e seguir em evolução na sua jornada empreendedora.


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288