Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Como fazer comida congelada para vender? Veja dicas essenciais para ter sucesso!

Descubra como fazer comida congelada para vender e ganhar dinheiro com esse negócio que é uma ótima oportunidade no mercado de alimentação.
Publicado por Equipe Cielo

Empreendedora com touca de cozinha faz marmitas congeladas para vender.

Se você pensa em começar um pequeno negócio, saber como fazer comida congelada para vender é uma opção interessante.

Para isso, é preciso saber atuar em duas frentes: planejando seu negócio e sabendo cozinhar.

A boa notícia é que você vai encontrar neste artigo tudo o que precisa para fazer sucesso vendendo seus pratos mais saborosos.

Para isso, leia o texto até o fim e saiba como fazer comida congelada para vender.

Marmitas congeladas para vender: um negócio promissor

De acordo com uma pesquisa de 2023 da multinacional YouGov, especializada em análise de mercado, 31% dos brasileiros dizem não ter tempo para cozinhar seus próprios alimentos.

Em 2021, esse  era de 27%.

Além disso, a proporção de pessoas que concordaram ou não rejeitaram a premissa de que alimentos congelados são melhores do que alimentos frescos subiu de 14%, em 2021, para 18% em 2023.

São números que refletem uma realidade em que cada vez mais pessoas têm uma rotina atribulada, que as impede de preparar sua própria comida.

Para explorar essa tendência, é preciso ir além de simplesmente saber como fazer comida congelada para vender.

Afinal, essa atividade deve ser encarada como um negócio, com um planejamento que começa muito antes de colocar a primeira panela no fogo.

Continue lendo para saber como fazer.

Primeiros passos de uma empresa de comida congelada

Para planejar seu negócio sem medo de errar, é preciso pensar em vários fatores antes de buscar meios de como fazer comida congelada para vender.

A partir de agora, você vai conferir fatores que não podem ficar de lado na hora de começar seu empreendimento.

Estude a concorrência e encontre um diferencial

Embora existam opções de congelados de grandes marcas, muitas pessoas preferem fugir dos industrializados e optar pela comida caseira.

Mas mesmo no ramo caseiro, a concorrência é forte e você precisa se sobressair.

Procure por outros pequenos empreendedores que também vendem comida congelada e dê uma conferida no cardápio deles.

Dessa forma, você poderá pensar em meios de se diferenciar, apresentando um diferencial único aos seus consumidores.

Defina um setor de atuação

Se você já sabe como fazer comida congelada para vender, é importante segmentar o seu negócio.

Ou seja, escolher se você vai apostar na fabricação de doces ou salgados, marmitas fitness, lanches ou alguma outra opção.

Leve em conta aspectos como sua especialidade, as características do público-alvo, o custo com ingredientes e a concorrência em cada segmento.

Faça um plano de negócios

Calcule os custos com ingredientes, confira se você precisa de algum utensílio e dê uma olhada nos valores da concorrência.

Esses são três pontos básicos para que você consiga calcular a margem de lucro e precificar seus alimentos.

O plano deve incluir ainda as características do seu público-alvo, ou seja, das pessoas que você quer atingir. Estratégias para divulgar e vender seus produtos também devem ser definidas.

Elaborar um calendário com datas sazonais para fazer promoções é outro ponto importante.

Assim, você pode aproveitar um feriado como a Páscoa para melhorar suas vendas e conquistar novos públicos.

Para ajudar, fizemos um vídeo com cinco passos para ajudar você a fazer um planejamento de vendas:

Cuidados básicos na produção e armazenamento

Nunca se esqueça de que você estará lidando com alimentos.

Portanto, saber como fazer comida congelada para vender inclui também cuidados com o preparo e o armazenamento dos ingredientes.

Alimentos perecíveis precisam ser comprados frequentemente e mantidos refrigerados ou congelados.

E mesmo os alimentos não perecíveis precisam ser bem armazenados, observando os devidos cuidados com os prazos de validade para evitar carunchos e outras pragas.

Na hora do preparo, lave sempre as mãos, cozinhe as carnes em uma temperatura acima de 70ºC e use água filtrada e fervida.

Aprenda como fazer comida congelada para vender

Agora que você já sabe tudo o que precisa para um bom plano de negócios, é hora de conferir como fazer comida congelada para vender.

Defina um segmento de atuação e estabeleça um cardápio básico

A partir do seu planejamento, já dá para ter uma ideia de qual será o seu setor de atuação.

Essa decisão deve levar em consideração as características do seu público-alvo, mas também é preciso que você conheça bem o assunto.

Se você escolheu um tipo de alimento que você já sabe preparar com facilidade, perfeito.

Caso contrário, procure receitas e prepare pratos para testar e ir aperfeiçoando.

Além disso, você precisa de variedade. Portanto, é o momento de definir o seu calendário básico.

Embora a ideia seja variar e inovar a cada semana, é importante ter uma ideia do que vender a cada dia, para depois pensar em incrementar cada prato de uma maneira única.

Encontre os melhores fornecedores

Comprar ingredientes parece fácil, mas se você pesquisar, encontrará uma grande variedade de preços e de qualidade.

Feiras ecológicas e centrais de abastecimento (Ceasa) costumam ter alimentos frescos, livres de produtos químicos e com um bom preço.

Para comprar os não perecíveis, o ideal é ir a um atacado que venda em quantidades não muito grandes – o chamado “atacarejo”.

Ao encontrar fornecedores de confiança, você pode comprar sempre com eles para estreitar a parceria e negociar bons preços.

Organize o seu processo de congelamento e entregas

Em primeiro lugar, é importante saber que nem toda comida pode ser congelada.

Esqueça ovo cozido e maionese, por exemplo.

Mesmo os alimentos que podem ser congelados não devem ficar no freezer por mais de dois meses – ou três, dependendo dos ingredientes.

Também é preciso tomar cuidado com o armazenamento dos produtos, para que não descongelem durante o transporte e a entrega.

Tudo isso exige que você organize seus processos para evitar desperdícios ou o pior: entregar comida mal armazenada ou estragada, o que seria bastante prejudicial ou até fatal para os seus negócios.

Crie kits especiais para elevar o seu faturamento

Kits especiais podem ser bem práticos para o consumidor, e com isso, você pode vender mais e aumentar o seu ticket médio.

Um exemplo básico é vender um cardápio completo da semana de uma só vez.

Isso é bem fácil, já que o cardápio semanal já está no seu planejamento, certo?

Outras possibilidades são criar kits segmentados, como mix de salgados, comida fitness ou conjuntos de pratos para veganos e vegetarianos.

E quando os negócios decolarem, você já pode pensar em aumentar e diversificar sua produção fazendo kits com pratos salgados e sobremesas, por exemplo.

Avalie também a possibilidade de incluir bebidas, oferecendo um combo completo.

Busque conhecimento técnico

Nós já mencionamos algumas dicas básicas do que não pode ser congelado e de quanto tempo cada comida pode ficar no freezer.

Porém, é preciso aperfeiçoar esse conhecimento, buscando informações sobre os melhores alimentos para se congelar.

Alguns pratos podem perder sabor e propriedades nutricionais durante o processo.

Também é importante fazer tudo de forma correta, para evitar a perda de líquido na hora que o cliente for descongelar.

Esses cuidados incluem também a escolha da embalagem e o armazenamento para o transporte.

Lembre-se de que cuidar dos alimentos é algo bastante sensível e qualquer falha no processo pode causar danos bem sérios.

Use os aplicativos para ampliar a sua divulgação

Aplicativos de delivery como iFood e Rappi têm sido um grande diferencial a favor de pequenos negócios de alimentação.

Seus benefícios vão muito além do transporte dos produtos.

Afinal, ao anunciar nesses apps, você poderá ser visto por muitos consumidores em potencial.

E um dos grandes trunfos para atrair o cliente é o preço. Por isso, faça promoções em alguns dias para conquistar mais fregueses.

Aprenda técnicas de fidelização de clientes

O ramo de comida congelada tem um grande potencial para fidelizar clientes, pois muita gente acaba se habituando à ideia de não precisar cozinhar.

Por isso, é importante conhecer técnicas para transformar aquele cliente eventual em um comprador fiel.

A inteligência de mercado é uma estratégia que inclui conhecer bem seus clientes para tomar decisões que melhorem os seus resultados.

Uma forma simples de se fazer isso é criar pesquisas de satisfação para entender como agradar ainda mais.

Personalizar pratos de acordo com as preferências do consumidor também pode ajudar, desde que você consiga atender a essas demandas.

Pequenas ações como distribuir brindes e doces ou investir em uma embalagem caprichada com um logotipo para sua empresa também são formas de demonstrar seu profissionalismo e impressionar o consumidor.

Ofereça várias opções de pagamento e não perca vendas

Neste artigo, demonstramos que saber como fazer comida congelada para vender é apenas uma parte do processo para montar seu pequeno negócio.

Afinal, é preciso planejar tudo antes e buscar meios de atrair e fidelizar os clientes.

Para seguir comprando seus congelados, os consumidores precisam ter uma boa experiência do início ao fim.

Por isso, investir em formas de pagamento fáceis e práticas é muito importante.

Muitas pessoas podem preferir usar cartão e pagar de forma presencial, mas outras vão preferir comprar em meios digitais como site, redes sociais, aplicativos etc.

Seja qual for a necessidade do seu negócio. a Cielo conta com opções para atrair todos esses públicos, oferecendo soluções como maquininhas, link de pagamento e vendas pelo WhatsApp  para diversas necessidades.

Faça como mais de um milhão de empresas brasileiras de todos os portes e conte com a parceria da líder em pagamentos eletrônicos no Brasil!

Receba uma oferta personalizada da Cielo!


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288