Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Como lucrar com a Copa? Veja ideias de como ganhar dinheiro com a competição

Em 2022, teremos mais uma edição do maior torneio de seleções do mundo.  E quem tem espírito empreendedor já se pergunta logo: como lucrar com a Copa? Afinal, o evento movimenta não só a torcida, mas os negócios também.
Publicado por Equipe Cielo

É sempre importante lembrar que há várias regras bem rígidas em relação a qualquer associação comercial com a Copa e elas devem ser respeitadas para evitar que você “tome um cartão vermelho” e tenha problemas jurídicos.

Mas, ainda assim, empresas de todos os portes e pessoas que atuam como autônomas podem aproveitar a vibração em torno da competição para aumentar suas vendas. Então, continue a leitura e veja como lucrar com a Copa!

Qual é o impacto da Copa no comércio?

Na torcida pelo hexacampeonato, a Copa tem um grande impacto nos negócios, que promete ser ainda mais significativo em 2022.

Isso porque, pela primeira vez, o evento acontece entre os meses de novembro e dezembro, ajudando a aquecer ainda mais as vendas da Black Friday e fim de ano.

O levantamento  “Termômetro de Consumo na Copa do Mundo de 2022” nos dá uma dimensão mais exata desse impacto.

Segundo o estudo, que é realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), as vendas diretamente relacionadas ao evento devem movimentar cerca de R$ 1,5 bilhão em vendas no Varejo brasileiro – volume 7,9% acima do registrado na Copa de 2018.

O e-commerce também deve se beneficiar com o evento. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o comércio eletrônico deve faturar R$ 91,5 bilhões no 2º semestre, totalizando um volume de R$ 165 bilhões de faturamento em 2022.

Quais setores podem se beneficiar da competição?

Uma pesquisa revela que nove em cada dez pessoas no Brasil devem acompanhar a Copa. E isso envolve muito mais do que futebol: envolve consumo também.

De acordo com o levantamento da CNC, que já citamos no texto, as maiores projeções de aumento nas vendas ocorrem nos setores de:

  • Móveis e eletrodomésticos: R$ 535 milhões
  • Artigos de uso pessoal e eletroeletrônicos: – R$ 333 milhões
  • Vestuário e calçados: R$ 318 milhões
  • Hiper e supermercados: R$ 256 milhões

Já o estudo “Pinion | Copa do Mundo 2022 – CMI” aponta que 61% das pessoas aqui no país planejam comprar algo por conta do torneio.

Bebidas alcoólicas, alimentação delivery, roupas temáticas e serviços de streaming, além de internet banda larga, estão entre os itens que a torcida deseja adquirir para a Copa.

E para acompanhar os jogos, essas pessoas pretendem:

  • Comprar alimentos para consumir durante a partida: 54%
  • Cozinhar algo diferente para a ocasião: 33%
  • Comprar bebidas alcóolicas: 32%
  • Pedir delivery em restaurantes: 30%
  • Usar roupas caracterizadas para torcer: 23%
  • Participar de bolões da Copa: 17%

Como lucrar com a Copa sem desrespeitar leis: atenção com o uso de símbolos e marcas do evento

É perfeitamente possível aumentar a receita do seu negócio pegando carona no evento. No entanto, você deve lembrar que:

  • Marcas, expressões e elementos da identidade visual da Copa (mascote, slogan, grafismos etc) são protegidos pelas leis de direitos autorais. Apenas patrocinadores, parceiros comerciais do torneio, empresas licenciadas e a FIFA, entidade responsável pelo evento, podem utilizar essas propriedades;
  • Para transmitir as partidas no seu estabelecimento, você também precisa observar as regras estabelecidas pela FIFA;
  • A imagem do escudo, mascote, da camisa e outros elementos visuais da Seleção só podem ser usadas por empresas que patrocinam ou são parceiras da Confederação Brasileira de Futebol (CBF);
  • A imagem dos jogadores que representam o Brasil e as demais seleções na Copa também não pode ser utilizada livremente.

Neste outro texto, detalhamos um pouco mais essas diretrizes e ainda oferecemos várias ideias de como decorar seu estabelecimento para a Copa.

O que fazer para vender na Copa? Confira 6 dicas campeãs para faturar na torcida pelo hexa!

Dos pequenos comércios de bairro aos maiores varejistas do Brasil, a Copa traz oportunidades para todo mundo vender mais.

Veja o que fazer para vender na Copa e lucrar com as ideias que trouxemos abaixo:

1. Inclua opções temáticas no seu mix de produtos

Seja qual for o segmento em que você atua, uma boa pedida para lucrar na Copa é incluir opções temáticas relacionadas ao evento no seu mix de produtos.

Por exemplo: você pode atrair clientes para o seu restaurante oferecendo pratos típicos das seleções que já foram campeãs do mundo de futebol.

Drinks e bebidas tradicionais desses países são ótimas opções para fazer promoções criativas em bares.

Tem um salão? Investir nas unhas decoradas nas cores do Brasil, na pintura facial e nos cortes de cabelo inspirados no look dos jogadores podem ser alternativas bastante rentáveis.

Libere a imaginação e use a criatividade para motivar a torcida – e faturar muito!

2. Reforce o delivery no horário das partidas da Copa

Se você trabalha com refeições, deve reforçar o serviço de delivery se quiser lucrar com a Copa.

Afinal, muita gente pretende fazer pedidos para assistir às partidas e vai ser uma jogada de craque se você reforçar a equipe para agilizar as entregas.

Afinal, ninguém quer que sua entrega chegue após o juiz terminar o jogo, certo?

Se não puder contratar mais pessoas, ofereça descontos ou vantagens especiais para quem fizer pedidos até um determinado horário antes das partidas.

Essa tática pode ajudar a desafogar o horário de pico – e ajudar a manter a agilidade nas entregas mesmo sem aumentar a equipe.

3. Transmita os jogos no seu estabelecimento

Cerca de 20% das pessoas pretendem assistir partidas da Copa em bares ou restaurantes.

Então, se você atua nesse setor, precisa se preparar para transmitir os jogos, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela FIFA. Confira as principais orientações:

  • Seu estabelecimento deverá receber um público inferior a cinco mil pessoas durante a transmissão dos jogos;
  • Você não pode cobrar ingressos, vender cotas de patrocínio ou taxas adicionais (diretas e indiretas) relacionadas à transmissão;
  • Nada de usar marcas, símbolos ou elementos visuais da Copa ou da Seleção para decorar seu estabelecimento. Lembre-se que estes elementos são propriedades registradas e só podem ser usados com autorização;
  • As partidas devem ser exibidas integralmente, incluindo os anúncios e intervalos comerciais dos canais que fazem a transmissão.
  • Não é permitido exibir replays dos jogos. Dessa forma, seu estabelecimento deve transmitir as partidas sempre ao vivo.

Em caso de dúvidas, consulte as regras da FIFA para a exibição pública de jogos da Copa.

4. Venda acessórios e roupas para torcedores

Para quem trabalha com roupas e itens de vestuário, vale apostar nas peças nas cores da nossa bandeira e com frases e elementos do futebol.

Acessórios e roupas temáticos estão entre os itens preferidos da torcida para mandar aquela vibração extra pelo hexa.

Chapéus, bonés, camisas, óculos com lentes coloridas, cornetas, bandeirinhas de mão e tudo que possa servir como caracterização são uma ótima pedida para faturar com quem adora torcer da cabeça aos pés pela nossa Seleção.

Não se esqueça dos enfeites e outros objetos decorativos como fitas, bolas, bexigas, tecidos, tintas e fitas nas cores do Brasil.

5. Use elementos do futebol

Usar elementos do futebol nas comunicações do seu estabelecimento é uma das melhores formas de entrar no clima da Copa sem desrespeitar as regras de proteção às marcas do evento.

Isso vale para a ambientação de lojas físicas, mas também para divulgar sua loja virtual e fazer peças de redes sociais.

Gere associação com o futebol usando imagens “neutras” de bolas, apitos, comemoração da torcida, bandeiras nas cores do Brasil, campos de futebol e frases de incentivo como “Rumo ao hexa”, “Vai, Brasil”, “Vamos buscar a taça” etc.

Essa é uma excelente maneira de promover seus produtos/serviços sem riscos de levar um “cartão vermelho” por desrespeitar os direitos relacionados às marcas e elementos da Copa.

6. Facilite o pagamento e ofereça parcelamento das compras

Com Copa, Black Friday e as festas de fim de ano acontecendo em sequência, é importante facilitar o pagamento das compras.

O primeiro passo é ir além dos cartões de débito e crédito. Diversifique as opções e ofereça alternativas como o Pix, QR Code e NFC (pagamento por aproximação) para agradar clientes de todos os perfis.

E mesmo que você tenha uma loja física, receber pagamentos online também é uma maneira de agilizar os pagamentos – principalmente para pedidos feitos próximos aos horários dos jogos.

E não se esqueça também dos benefícios em vender parcelado. O parcelamento aumenta o poder de compra do seu público e contribui para o aumento do ticket médio que cada cliente gasta no seu estabelecimento.

Aposte também na venda online, ainda que não tenha uma loja virtual. Para isso, os links de pagamento são a melhor alternativa para realizar vendas pelas redes sociais, e-mails ou aplicativos de mensagem.

Com o Cielo Super Link, isso é super fácil! Veja como é rápido gerar links de pagamento e vender na internet mesmo sem ter um e-commerce!

Outros conteúdos que podem te interessar:

Como melhorar a experiência do cliente e aumentar suas vendas?

Matérias mais recentes

Atividades permitidas no Simples Nacional separadas por setores e principais CNAEs

Está procurando quais são as atividades permitidas no Simples Nacional para enquadrar sua empresa? A boa notícia é que existem…

Publicado por Equipe Cielo

Torta no Quintal: diversidade de sabores e de formas de pagamento em parceria com a Cielo

Há quase 13 anos, o casal Juliana e Rafael decidirem transformar o sonho de ter seu próprio negócio em realidade….

Publicado por Equipe Cielo

Business Performance: o que é, exemplos e principais KPIs para melhorar seu negócio

Business Performance é um conjunto de práticas que usa a análise de dados para otimizar a gestão de uma organização….

Publicado por Equipe Cielo

O que é CVBA (Característica, Vantagem, Benefício e Atração)? Venda mais e melhor!

CVBA é uma sigla que pode ajudar você a impulsionar suas vendas com uma metodologia simples. Basicamente, você terá que…

Publicado por Equipe Cielo

Valor agregado de um produto: o que é e como aplicar? Melhore o seu faturamento!

Você sabe o que é valor agregado de um produto e por que é importante trabalhar esse atributo no seu…

Publicado por Equipe Cielo

Lollapalooza Brasil 2024: Cielo é a maquininha de pagamento oficial do festival

A Cielo, referência no setor de meios de pagamentos no país, será a maquininha de pagamento oficial do Lollapalooza Brasil…

Publicado por Equipe Cielo
Ver mais matérias

Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288