Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Como comprar roupas direto da fábrica para revender

Publicado por Equipe Cielo

Comprar roupas diretamente da fábrica para revender dá mais margem de lucro e pode fazer a diferença para o seu negócio

 
Ganhar uma renda extra com trabalho autônomo, no qual você pode controlar seus dias e horários, é uma das principais vantagens de ser empreendedor. Para quem gosta de moda, revender roupas direto da fábrica pode ser uma ótima oportunidade.

Mas atenção: além de uma boa rede de contatos, bons preços, roupas de qualidade e um atendimento superpersonalizado, o revendedor precisa de organização e planejamento para fidelizar o cliente e faturar cada vez mais. Abaixo, uma série de dicas para você começar o seu negócio de revenda de roupas:
Leia mais:  Como o Parcelado Cliente pode aumentar suas vendas

1) Planeje seus passos

Segundo consultores do Sebrae, o primeiro passo para o sucesso de qualquer negócio é ter planejamento e não sair arriscando qualquer atividade. Planejar requer conhecer o produto (ou seja, você precisa ter um entendimento mínimo sobre roupas), definir o público-alvo e traçar metas para atrair o cliente e fidelizá-lo. Você pode começar com seus conhecidos ou na sua vizinhança. A dica é começar estabelecendo horários de trabalho, criar uma planilha dos clientes a serem visitados e uma outra, com o controle das peças.

2) Estabeleça um orçamento

É preciso pensar no valor que você vai investir para começar a revender, principalmente se a fábrica onde você compra as roupas forem em outra cidade e exijam que você viaje e se hospede fora. Coloque nos cálculos gastos com passagem, hospedagem, alimentação, investimento nas roupas e possível encalhe. Assim, você consegue estabelecer uma margem de lucro.

3) Defina o seu público

Você precisa saber exatamente qual público pretende atingir para fazer as compras certas e não ter prejuízo com peças encalhadas. Quer revender roupas populares ou de marca? Para o público feminino, masculino ou infantil? Pretende vender roupas plus size? Moda evangélica? Antes de fazer as compras, faça uma pesquisa com seus potenciais clientes e veja do que eles gostam

4) Saiba onde comprar

Se você quer revender roupas, precisa saber onde adquirir as peças certas a um preço acessível, que permitam obter uma margem de lucro. Há cidades com polos específicos de vendas de roupas por atacado, como o Brás, em São Paulo, e o Barro Preto, em Belo Horizonte. Outros centros do setor de vestuário são Saara (RJ), São José do Rio Preto (SP), com mais mil confecções, a cidade de Cianorte (PR) e a rua 44, em Goiânia (GO). Além das vendas no atacado, algumas marcas têm programas de revendas exclusivas. Informe-se corretamente e procure fornecedores de confiança.

5) Crie uma identidade visual

Os consultores do Sebrae reforçam que, assim como acontece nas lojas físicas, o revendedor autônomo de roupas deve ter uma identidade visual para padronizar cartões de visita, embalagens e publicações nas redes sociais. A padronização reforça a imagem do negócio e amplia a possibilidade de vendas.

+ Gostou das dicas? Se vai começar a vender, confira qual a melhor maquininha para você


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288