Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Como usar o Instagram para vender durante a crise do Covid-19

Publicado por Equipe Cielo

Com o Instagram, os empreendedores podem fortalecer o seu caixa e reduzir os impactos da pandemia no mercado varejista

 
Mesmo antes de sofrer impactos da Covid-19, as redes sociais já tinham grande importância para as empresas marcarem presença digital e, consequentemente, vender mais. A questão é: como usar o Instagram para vender, principalmente em período de pandemia?
O caminho pode ser desafiador, mas temos certeza de valerá a pena e seu negócio vai faturar mesmo de portas fechadas.
 

Por que vender pelo Instagram?

Se você pensa que o Instagram é uma rede social apenas para fotos de animais fofinhos e de comidas de dar água na boca, temos um recado importante: você está enganado. As pessoas buscam por assuntos que têm alguma afinidade, até mesmo conteúdos de marcas.
Segundo dados do próprio Instagram:

  • 60% das pessoas descobrem novos produtos nesta rede social
  • 73% dos usuários acompanham marcas
  • 72% interagem com influenciadores.

Esses números mostram o quão necessário é a presença de empresas no Instagram, independentemente do tamanho. Mas vale o destaque: desde que as ações sejam bem construídas.
Agora, que tal conferir as dicas para que você possa extrair o que há de melhor do Instagram?
 

1 – Perfil comercial

Um grande erro dos empreendedores que tentam marcar presença digital é usar sua conta pessoal para divulgar a empresa. O primeiro passo nesse desafio é criar uma conta comercial. Dessa forma, você terá acesso aos melhores recursos para um empreendimento dentro do Instagram.
A conta comercial disponibiliza recursos de análises de dados, métricas, impulsionamento de posts e link nos stories. Vale lembrar: essas possibilidades são muito valiosas para a tomada de decisão e interfere diretamente na eficácia das ações realizadas.
 

2 – BIO

Quer saber mais sobre o assunto? É só clicar no link da BIO”. Quem nunca ouviu ou leu essa frase no Instagram? Ela é muito comum entre influenciadores e empresas na rede social.
BIO, biografia ou descrição é um ponto essencial para as páginas de empresas no Instagram. Nela, você deve mostrar para os potenciais clientes o que você faz e como pode ajudá-lo.
Você deve ser objetivo e muito claro com o que informa. Essa descrição será crucial para que apenas clientes com potencial de compra entrem em contato.
Para se comunicar com o cliente, insira um link na bio que dê a alternativa de contato com a empresa pelo WhatsApp. Com isso, você já constrói uma comunicação com o consumidor e tira todas as suas dúvidas.
 

3 – Foto do perfil

As pessoas precisam olhar para a foto do perfil do Instagram e relacioná-la diretamente à empresa. Por isso, evite colocar imagens de proprietários do empreendimento.
O perfil da Cielo no Instagram, por exemplo, tem a imagem do logo da empresa e não de algum diretor, CEO, etc. Dessa forma, as pessoas saberão que o perfil é da organização.
 

4 – Link da loja virtual

Além de fechar vendas no Instagram, você tem um e-commerce ou qualquer site que considera importante que o cliente conheça? Então, você deve incluir o link na BIO para mostrar ao consumidor.
A BIO é um dos poucos espaços do Instagram que permite a inserção de links. Portanto, aproveite essa oportunidade.
 

5 – Imagem de qualidade

O Instagram é a rede social das imagens. Por isso devemos ter muita atenção com a qualidade de tudo que é publicado. Afinal, são elas que vão atrair potenciais clientes para a sua página.
E isso não significa que você deve realizar grandes investimentos em equipamentos profissionais. Nada disso. Nos referimos a práticas simples, que podem ser feitas por qualquer empreendedor.
Se você vende bolo caseiro, por exemplo, antes de tirar a foto, veja se a iluminação do ambiente está adequada e se o local está limpo. Imagens com fundos claros e limpos dão mais destaque para os produtos.
Ah, não se esqueça de inserir a marca na foto, tá? Um simples cartão de visita ao lado do bolo é o bastante para que os consumidores lembrem de você na hora do cafezinho da tarde.
 

6 – Descreva os produtos

Em um estabelecimento físico, os clientes muitas vezes sentem a necessidade de tocar o produto para tomar decisão de compra. Para que essa “dor” seja sanada no Instagram, o ideal é que você descreva os detalhes do item.
No texto de descrição, você deve aliar dois elementos: clareza no está sendo vendido e deve atrair o cliente, deve ser interessante para ele sinta vontade de ler.
Uma forma de produzir descrições atrativas é inserindo emojis que tenham relação com o produto ou serviço ofertado. Afinal, quem não gosta dos famosos emojis?
Mas não exagera, ok? rs
 

7 – Instagram Shopping

Já passou por alguma publicação no Instagram, clicou na foto e se deparou com os preços dos produtos? Bem, esse é o Instagram Shopping que ajuda muitas marcas a venderem por essa rede social.
Com essa funcionalidade, o usuário não precisa ir até a BIO da sua página para comprar. Basta clicar no produto e fechar a compra sem ter que ir para outro ambiente.
Para ter acesso a essa funcionalidade você precisa:

  • Ter um perfil comercial
  • Estar localizado em um dos países que contam com a funcionalidade (O Brasil é um deles)
  • Comercializar produtos que estejam de acordo com as políticas do Instagram
  • Vincular o perfil a um catálogo do Facebook. Faça com o Gerenciador de Negócios

Após o Instagram aprovar a sua conta, seus produtos poderão ser marcados. Para isso:

  • Clique em “começar” no seu perfil
  • Selecione o catálogo de produtos que será conectado ao Instagram e clique em “Concluir”.

 

8 – Parceria com influenciadores

Sugerimos que essa dica seja levada em consideração após o período da pandemia, pois ela terá um custo maior. Porém certamente elevará suas vendas a um patamar acima.
Como o próprio nome sugere, um digital influencer influencia comportamento e a opinião de pessoas por meio das redes sociais. Ainda com o exemplo dos bolos caseiros, se a sua empresa se associa ao Caio Novaes, do canal de culinária Ana Maria Brog, as pessoas vão ouvir o que ele diz e podem passar a consumir seus produtos.
Obviamente, isso é apenas um exemplo. Você pode fechar parcerias com influenciadores mais regionais. Sim, eles existem e tem capacidade de levar um grande volume de consumidores ao seu Instagram.
Gostou das dicas? Agora, que tal aplicá-las ao seu empreendimento e começar a faturar pelo Instagram enquanto as portas da sua loja estão fechadas? Qualquer dúvida, pode chamar a Cielo 🙂
Saiba mais:
Como vender roupas pela internet: 5 dicas essenciais para zerar o estoque
Os melhores produtos para vender na internet
5 motivos para empreender pela internet
 
Confira outras iniciativas para ajudar a impulsionar seu negócio com Cielo Movimenta.
 


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288