Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Chave Pix: aprenda o que é, como fazer e dicas de segurança

Publicado por Equipe Cielo

Lançado em novembro de 2020 pelo Banco Central (BC), o Pix alcançou popularidade em pouco tempo por ser fácil de usar. E ‘fazer um Pix” se torna ainda mais prático para quem sabe como fazer uma chave Pix.

Com a chave Pix, você não precisa de dados bancários para fazer ou receber uma transferência com este meio de pagamento digital.

Quer saber o que é e como fazer cadastro no Pix? É só continuar a leitura!

Entenda o que é o Pix e a chave Pix

O Pix é um meio de pagamento instantâneo desenvolvido pelo Banco Central e pode ser realizado a partir de uma conta corrente, poupança ou conta de pagamento para fazer transferências de forma ágil e prática.

O Pix pode ser usado todos os dias da semana, em qualquer horário para:

  • Fazer transferências;
  • Pagar boletos, faturas e cobranças de serviços públicos (água, energia elétrica, internet, telefonia, TV a cabo etc);
  • Pagar prestadores de serviços;
  • Pagar compras em lojas físicas e e-commerces;
  • Realizar pagamentos entre empresas;
  • Recolher receitas de Órgãos Públicos Federais (taxas, impostos, pagamento de multas etc);
  • Recolher a Contribuição Social e contribuições do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Fonte: Banco Central

Além de seguras, as transações com Pix são rápidas e fáceis de realizar, principalmente quando há uma chave cadastrada. Vamos entender o que é essa tal de “chave Pix”?

O que é chave Pix?

A chave Pix é como um “apelido” da sua conta, segundo definição do próprio BC.

Quando há uma chave Pix vinculada a uma conta, ela permite que você receba transferências via Pix sem precisar informar dados como nome do banco, agência e número da conta.

Quais são os tipos de chave Pix?

quatro tipos de chave Pix que podem ser utilizadas para identificar uma conta:

  • Chave aleatória;
  • E-mail;
  • Número do CPF (para contas de pessoas físicas) ou do CNPJ (para contas empresariais);
  • Número de telefone celular.

Cada conta de pessoa física pode ter até cinco chaves Pix vinculadas à ela, independentemente de ser conta individual ou conjunta.

Já as contas de pessoa jurídica podem ter até 20 chaves por conta.

O que é a chave aleatória?

A chave aleatória é um tipo de chave que permite que você receba um Pix sem informar nenhum dado pessoal a quem vai transferir ou pagar alguma quantia para você.

Gerada aleatoriamente pelo BC, esse tipo de chave é um código único formado por 32 caracteres (letras, números e símbolos).

É possível fazer o cadastro de várias chaves aleatórias em uma mesma conta, sempre respeitando o número máximo de chaves que informamos acima.

Além de identificar uma conta, a chave aleatória tem outra funcionalidade.

Nos pagamentos com QR Code na maquininha de cartão ou na solução de pagamento e-commerce, uma chave aleatória também é gerada. Isso acontece porque, muitas vezes, quem está pagando não pode ler o código QR com o celular.

Assim, essa chave aleatória dos pagamentos QR Code pode ser copiada e colada no app bancário ou site de internet banking para que a transação seja finalizada.

Posso cadastrar a mesma chave Pix em mais de uma conta?

Uma mesma chave Pix não pode ser cadastrada em mais de uma conta, já que o sistema não poderia identificar em qual conta os recursos transferidos seriam depositados.

No entanto, é possível fazer a portabilidade das chaves Pix de uma conta para outra (exceto a chave aleatória).

A maneira mais fácil de fazer isso é excluir a chave na conta onde ela foi cadastrada originalmente e, em seguida, vincular essa mesma chave à outra conta.

Também é possível acessar os canais de atendimento da instituição financeira de destino e requisitar a portabilidade da chave.

Em até sete dias, a instituição de origem (aquela onde a chave foi cadastrada num primeiro momento) receberá o pedido e solicitará que você confirme a portabilidade.

Se você já não tiver mais vínculo com essa instituição, a chave Pix será excluída automaticamente para viabilizar a portabilidade.

Lembrando: a portabilidade pode ser feita com qualquer tipo de chave (CPF/CNPJ, e-mail ou telefone), exceto a chave aleatória.

Nesse caso, em vez de realizar a portabilidade, você deverá excluir a chave aleatória vinculada à conta de origem e cadastrar uma nova chave aleatória na conta de destino.

Qual chave Pix é mais segura?

A chave Pix considerada a mais segura é aquela que utiliza o CPF pois, além de não mudar, este número sempre estará vinculado a uma só pessoa e é impossível alguém vincular esse documento em uma conta bancária com outra titularidade.

No entanto, é preciso considerar que o CPF é um dado bastante sensível e nem sempre é seguro expor esse número.

Por isso, em relação à exposição de dados pessoais, a chave aleatória pode ser considerada uma opção mais segura em relação a outras chaves Pix.

Posso receber ou fazer Pix mesmo sem ter chaves cadastradas?

Ao contrário do que muita gente pensa, é possível fazer ou receber transferências e pagamentos via Pix mesmo sem fazer uma chave Pix.

Para isso, basta utilizar/informar os dados bancários completos, como é feito em outros tipos de transferência.

Aprenda como fazer a chave Pix

Se você quer saber como fazer uma chave Pix, não precisa se preocupar: o cadastro é rápido e fácil.

É possível cadastrar suas chaves Pix usando os canais de autoatendimento – como o app ou o internet banking da instituição financeira onde tem conta.

Para isso, basta seguir as orientações abaixo. Embora um ou outro detalhe varie de instituição para instituição, o passo a passo é basicamente o mesmo em todas elas. Confira!

Passo a passo para cadastrar a chave Pix

  1. Acesse o site ou aplicativo da instituição financeira onde você tem conta e faça o login com seus dados;
  2. Já na área logada, procure o ícone ou a opção do Pix no menu;
  3. Em seguida, escolha “cadastrar chaves” (ou algo parecido);
  4. Selecione qual tipo de chave vai ser cadastrada e preencha os dados, vinculando esta chave Pix à sua conta;
  5. Confirme a solicitação com sua senha para finalizar o cadastro;
  6. Pronto! Você acabou de fazer o cadastro da(s) sua(s) chave(s) Pix.

Quais são os limites do PIX?

Em relação aos valores, não há limite mínimo para fazer pagamentos ou transferências via Pix.

Mas, por questões de segurança, o Banco Central permite que as instituições financeiras determinem limites máximos de valores por transação e que podem variar de acordo com as normas de cada uma.

Como normal geral, a Instrução Normativa BCB nº 160 orienta que esses limites sejam compatíveis com os limites utilizados em outros tipos de transação, como TED, DOC ou cartão de débito  de débito.

Também por segurança, o BC estabelece um limite de valores para transações feitas à noite, no período entre 20h e 6h.

Por padrão, as transações neste período têm um valor máximo de R$ 1.000 (mil reais).

De qualquer forma, esses limites podem ser alterados através dos canais disponibilizados pelos bancos ou financeiras.

Para pessoas físicas, as solicitações para reduzir o limite são realizadas imediatamente. Já os pedidos de aumento do limite, por medida de segurança, levam entre 24 e 48 horas para entrarem em vigor e respeitam também o perfil de renda de cada cliente.

Já para empresas, os pedidos de diminuição do valor do limite devem ser efetivados em até um dia útil, enquanto os pedidos de aumento desses valores podem levar até dois dias úteis.

Consulte o atendimento da instituição financeira onde você tem conta para tirar dúvidas sobre estes prazos.

Quais são os benefícios do Pix para as pessoas?

O Pix é um meio de pagamento que traz muitas vantagens para o ecossistema financeiro como um todo.

Confira os principais benefícios deste meio de pagamento instantâneo para pessoas físicas:

  • Ao contrário do DOC e do TED, não há cobrança de tarifas para fazer transferências via Pix;
  • O Pix está disponível 24 horas por dia, sete dias na semana – incluindo sábados, domingos e feriados;
  • Ele é rápido e prático e as transações são concluídas em segundos;
  • O Pix oferece altos níveis de segurança em relação às transações e às informações utilizadas nas transferências e pagamentos;
  • Com ele, é possível fazer pagamentos usando apenas o celular;
  • O pagamento via Pix é cada vez mais utilizado por estabelecimentos e profissionais, o que facilita a compra de produtos e serviços.

Quais são os benefícios do Pix para as empresas?

O meio de pagamentos instantâneos 100% brasileiro caiu rapidamente no gosto das pessoas. Não por acaso, ele já é o segundo meio de pagamento mais utilizado no país.

Essa enorme popularidade faz com que o Pix tenha cada vez mais importância para as empresas que desejam aumentar suas vendas.

Confira outros benefícios que o Pix traz para quem tem seu próprio negócio:

  • A cobrança de tarifas para receber pagamentos pelo Pix costuma ser menor do que as taxas de outros meios de pagamento;
  • O Pix facilita a integração com sistemas de automação e de conciliação de pagamentos;
  • Pode ser facilmente adotado por empresas de qualquer porte e por quem atua de forma autônoma;
  • Favorece a experiência de compra para clientes, que podem optar por mais uma forma de pagamento;
  • As transações com Pix são concluídas e confirmadas em poucos segundos e estão disponíveis a qualquer dia e horário;
  • Os valores pagos via Pix são disponibilizados imediatamente, ajudando a melhorar seu fluxo de caixa;
  • Você pode proporcionar mais conveniência para clientes, oferecendo serviços adicionais como Pix Saque e Pix Troco (como explicaremos a seguir).

O que é o Pix Saque?

O Pix Saque é uma funcionalidade adicional que permite que as pessoas possam utilizar transações via Pix para fazer saques de dinheiro em espécie nos estabelecimentos comerciais que oferecem esse serviço.

Para sacar o dinheiro, basta fazer um Pix para o estabelecimento, a partir do aplicativo da loja ou da leitura de um QR Code.

Finalizada a transação, o(a) cliente recebe o valor do Pix em espécie do estabelecimento comercial (que atua como um agente de saque).

O que é o Pix Troco?

Já o Pix Troco é um recurso adicional que permite que uma pessoa possa obter dinheiro em espécie a partir do pagamento de uma compra realizada no estabelecimento.

Tem a mesma dinâmica dos pagamentos feitos em dinheiro. Só que, na hora de pagar pela compra com Pix, a transferência deve ser a soma do valor da compra mais o valor do saque.

Assim, ao receber o Pix, o estabelecimento devolve o “troco” em dinheiro para quem fez a transferência.

Funciona dessa maneira: digamos que suas compras no mercado somaram R$ 70 e você paga com um Pix de R$ 100. Dessa forma, vai receber R$ 30 em espécie na sua mão.

Vale prestar atenção no limite máximo das transações do Pix Saque e do Pix Troco. De acordo com o BC, esse valor é de R$ 500 (durante o dia) e de R$ 100 no período noturno (das 20h às 6h).

Além disso, confirme se a loja oferece o serviço de Pix Saque e/ou Pix Troco antes de fazer qualquer transação.

Faz um Pix com a Cielo!

Mais da metade das empresas no Brasil já utiliza o Pix como meio de pagamento!

Então, que tal oferecer pagamentos via Pix no seu estabelecimento também? Tudo o que você precisa é de uma chave Pix e uma solução da Cielo!

As transações instantâneas podem ser feitas com:

É mais tecnologia, inovação, segurança e liberdade pra você e para seus clientes!

Veja como usar o Pix nas soluções da Cielo e descubra um novo jeito de vender de forma instantânea, segura e simples!


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288