Você está em:

Institucional

Pesquisa da Cielo revela: Pix e cartões são os meios de pagamentos mais seguros para 90% dos varejistas

Feito em parceria com a Expertise/Opinion Box, levantamento também mostra que quase 85% dos lojistas já passaram ou conhecem alguém que sofreu com ações criminosas
Publicado por Equipe Cielo

A Cielo, referência em pagamentos eletrônicos, acaba de realizar uma pesquisa com 200 varejistas, com objetivo de entender as tendências no universo de meios de pagamentos e os principais golpes e fraudes conhecidos no Varejo.

Feito em parceria com a Expertise/Opinion Box, o estudo aconteceu entre os dias 18 e 27 de outubro de 2023 e contou com a participação de clientes e não clientes da companhia.

As formas de pagamento preferidas por lojistas no momento das vendas e as principais preocupações de quem atua no Varejo em relação à segurança dos pagamentos estão entre os resultados apurados.

“Com o objetivo de ser referência em dados para o Varejo brasileiro, a Cielo quer trazer informações de qualidade à sociedade e contribuir para a tomada de decisão dos seus clientes. Segurança e prevenção à fraude são assuntos prioritários dentro da companhia e precisam ser endereçados de forma assertiva para que, cada vez mais, os varejistas não percam sequer uma venda por falta de informação ou instrução”, afirma Marcelo Toniolo, Vice-presidente de Riscos, Compliance, Prevenção e Segurança da Cielo.

Saiba mais detalhes e percepções da pesquisa

Com temática sobre a Segurança e Prevenção a Fraudes relacionadas aos meios de pagamento no Varejo, a pesquisa feita pela Cielo/Opinion Box visa oferecer percepções que refletem a opinião de Varejistas sobre este assunto.

Tendo em vista este objetivo, a amostragem de 200 participantes é suficiente e representativa.

Os varejistas que fizeram parte da pesquisa têm o seguinte perfil:

  • Aceitam pagamento em cartão de débito e crédito;
  • Estão presentes no e-commerce;
  • Apresentam faturamento médio mensal acima de R$ 10 mil.

A margem de erro global do estudo é de 6,9 pontos percentuais para cima ou para baixo, com intervalo de confiança é 95%. Isso significa que se o estudo for repetido 100 vezes, em 95 estudos, os resultados estariam dentro da margem de erro.

Por exemplo: se 18% respondem “sim” para determinada pergunta, repetindo-se o estudo, em 95% deles, esse percentual estaria entre 11% e 25%.

Varejistas consideram PIX e cartões os meios de pagamento mais seguros

Quando se trata da percepção de varejistas em relação à segurança das principais formas de pagamento aceitas, o Pix e os cartões estão empatados na liderança.

Cerca de 90% dos comerciantes consideram essas formas de pagamento confiáveis.

Empatados na faixa dos 65%, estão os pagamentos feitos com carteiras digitais, celulares e links de pagamento.

Já o boleto é considerado confiável por 54% dos varejistas.

A maioria dos varejistas já caiu em golpe ou conhece alguém que caiu

Quase 85% dos varejistas já caíram em algum golpe ou fraude ou conhecem alguém que passou por esta situação.

Entre os golpes mais mencionados, estão a fraude do boleto, os comprovantes ou os agendamentos falsos de Pix, os cartões clonados ou roubados e as fraudes via WhatsApp.

Consumidor prefere usar cartão na hora de pagar

De acordo com os relatos de varejistas, 70% das pessoas preferem usar o cartão de crédito ou débito para pagar suas compras.

Uma das hipóteses para essa preferência é a possibilidade de pagar suas compras de forma parcelada. Outros aspectos que podem contar nesta escolha são os benefícios agregados ao uso de cartões, tais como: milhas aéreas, cashback, entre outros.

Considerando a percepção dos lojistas, o Pix é a segunda forma de pagamento preferida pelo público (22%).

Já o dinheiro é a última opção escolhida pelas pessoas para fazer pagamentos. Apenas 3% delas usam esta forma de pagamento.

O uso da moeda em espécie está atrás até do boleto, que surge como preferência de 4% de clientes.

Preocupações de varejistas no e-commerce

Os pedidos de chargeback — contestação do pagamento pelo titular do cartão utilizado em uma compra — são o maior receio dos comerciantes presentes no e-commerce.

A solicitação, que geralmente causa o estorno do valor da venda, foi relatada como uma preocupação por quase metade dos lojistas que participaram da pesquisa da Cielo.

Entre eles, 24% mencionaram explicitamente o chargeback e o estorno como problemas. Outros 22% mencionaram compras com cartões roubados ou clonados como uma de suas principais dores de cabeça — as duas situações também costumam gerar devolução do dinheiro.

Por outro lado, um quinto das pessoas entrevistadas alega não ter nenhum tipo de preocupação quando vende online.

Quer acessar mais dados e percepções obtidas na nossa pesquisa?

Preencha o formulário e baixe gratuitamente o relatório completo do estudo.

Veja também:


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288