Você está em:

Institucional

Como abrir uma farmácia e conquistar resultados positivos

Publicado por Equipe Cielo

Apesar de crescimento no mercado farmacêutico, empreendedores que desejam entrar no segmento devem tomar certos cuidados

Em casos sem muita gravidade, a farmácia é primeira alternativa que brasileiros recorrem para lidar com algum problema de saúde. Isso, além de evidenciar o tamanho da importância social que esses estabelecimentos têm, nos mostra o peso da responsabilidade que um empreendedor tem ao tentar aprender como abrir uma farmácia.
Você sabia que o gasto mundial com medicamento, em 2018, chegou em U$ 1,2 trilhão? No mesmo ano, o mercado farmacêutico cresceu 11% no Brasil. Esses dados deixam ainda mais claro o potencial que esse segmento tem e pode ser cada vez mais explorado.
Pensando nos profissionais farmacêuticos, decidimos construir um conteúdo para mostrar qual o caminho mais adequado para construir seu próprio negócio. Bora ver as dicas?

Como montar uma drogaria: planejamento é necessário

Sem um planejamento sólido, as suas ações podem não ter o resultado que você imagina. Por isso, antes de colocar qualquer ideia em prática, planeje-se.
Neste documento, deve ter os principais objetivos da sua farmácia a curto, médio e longo prazo.
Quais serão seus diferenciais em relação a concorrência? Lembre-se: preço não é tudo para atrair clientes. A qualidade do atendimento ou localização, por exemplo, podem fazer um consumidor ir até o seu estabelecimento e deixar o outro de lado.
Como será a gestão do estoque? Normalmente, as drogarias lidam com estoques de 6 a 15 mil itens. Por isso, contar com alguém que saiba sobre gestão é fundamental.
Vale destacar: a legislação exige a presença de um farmacêutico. Se você tiver essa formação, melhor ainda, pois um custo será eliminado. Caso não tenho, defina quem será essa pessoa ainda no planejamento.
Leia mais: Como montar um negócio com 5 mil 
 

Estudo de mercado e concorrência

Antes de qualquer coisa, você deve conhecer o mercado em que está tentando entrar. Para isso, não basta ter uma formação na área, é preciso focar seus esforços em um estudo detalhado para que tome as melhores decisões.
Faça uma pesquisa de preços, melhores localizações, formas como os produtos serão expostos para atrair clientes, público-alvo presente em cada uma das regiões com têm potencial para o seu negócio, etc.
Durante o estudo, anote as boas práticas adotadas pelas farmácias e tente adaptá-las para o seu empreendimento. Faça o mesmo com o que não considera positivo e tente evitar.
 

De olho no digital

Hoje, seja lá em qual segmento você pretende entrar, ignorar o ambiente digital pode ser um erro que custará caro. Em época de distanciamento e isolamento social, principalmente. A pandemia do novo coronavírus, embora sido péssima economicamente, nos trouxe este aprendizado: o digital deve ser parte das estratégias dos empreendimentos.
Portanto, já considere marcar presença em canais que realmente façam sentido para o seu negócio. Facebook, WhatsApp, Instagram, site, e-commerce. São inúmeras alternativas e alguma certamente funcionará para o seu negócio.
Ah, não se esqueça: para tomar a melhor decisão, analise como o mercado se comporta na web. Assim, você terá mais base para iniciar a jornada.
Leia mais: Como montar uma loja virtual
 

Localização

Após estudar o mercado, chegou a hora de definir a localização da sua drogaria. Como em qualquer segmento, você deve analisar a região para saber se é realmente o melhor ponto comercial.
Fique atento ao fluxo de pessoas de região. Isso será fundamental para que haja movimento de pessoas dentro do estabelecimento.
Lembre-se: a escolha do ponto comercial deve ser certeira. A localização é capaz de determinar o sucesso ou fracasso de um empreendimento.
 

Entenda sobre os produtos

Como falamos, o atendimento pode ser crucial para que um cliente volte ou não a um estabelecimento. Para isso, toda a equipe deve entender perfeitamente dos produtos que você trabalha.
Dessa forma, todos saberão tirar dúvidas dos clientes ou até mesmo sugerir medicamentos mais adequados para eles. Profissionais que passam segurança para o consumidor são indispensáveis para agregar valor à própria empresa.
Quando o assunto é saúde, contar com uma equipe perfeita é fundamental para lidar com o público de maneira responsável.
 

Analise o seu público-alvo

Independentemente do segmento, análise de público é fundamental para que as ações sejam eficientes. Por isso, o proprietário e todos envolvidos no empreendimento devem entender os traços das pessoas que irão frequentar o local.
Com um estudo detalhado do público, você saberá quais são os produtos que mais chamam atenção na região em que está localizado. Com isso, será possível desenvolver promoções que atraiam mais consumidores para dentro do estabelecimento.
E não para por aí. Conhecendo o público, você saberá quais produtos devem ser comprados para satisfazê-lo.
Se você está em uma região com academias, por exemplo, o que acha de investir em alimentos saudáveis como barrinhas de cereal ou em qualquer outro item que atenda esse público?
A partir desse estudo, você tomará decisões melhores e venderá mais. Pode ter certeza disso.
 

Meios de pagamento

Para concluir uma compra, obviamente, o consumidor deve pagar por ela. E como o seu público faz esse acerto? Se a resposta for “cartão”, não nos surpreende
Não é novidade para ninguém que os cartões de crédito e débito estão inseridos na rotina dos comerciantes brasileiros. Hoje, até mesmo vendedores ambulantes vendem seus produtos via cartão.
Portanto, se você deseja aprender como montar uma drogaria, não ignore esse fato. Cada vez mais, as pessoas estão deixando o dinheiro físico de lado. Você precisa adaptar o negócio a este comportamento de consumo.
Na Cielo, temos diversas alternativas de máquinas de cartão. Opções para todo o tipo de empreendimento. Uma delas, certamente, atenderá às suas necessidades.
Ah, as nossas máquinas estão preparadas para receber pagamentos via QR Code e NFC (Near Field Communication), mais conhecido como pagamento por aproximação.
 

Outras alternativas

Como falamos, o novo coronavírus nos trouxe aprendizados. Um deles é que devemos nos adaptar a novos contextos. O Super Link, solução da Cielo que possibilita lojistas aceitarem cartão sem ter uma máquina é a prova disso.
Com ele, basta o empreendedor acessar o aplicativo da Cielo ou a área do nosso site exclusiva do parceiro, informar os dados da compra e compartilhar o link gerado com o cliente. Ele deve inserir as informações do cartão, como em qualquer compra online, e finalizar a transação.
Trata-se de um processo simples, que não exige contato físico com nenhuma máquina e garante a segurança de todos os envolvidos no processo de venda. O melhor de tudo: qualquer pessoa, mesmo que não seja especialista em tecnologia, é capaz de usar essa solução.
Se quiser, confira o vídeo do Super Link na prática, em nosso canal no YouTube.
Além disso, temos o E-commerce Cielo, usado por mais de 50% dos comércios eletrônicos no Brasil.
Quer ter mais detalhes do seu mercado e de negócios semelhantes ao seu? O Cielo Farol pode ajudá-lo nessa missão.
São muitas alternativas para simplificar sua rotina e impulsionar o seu negócio!
Gostou das dicas? Esperamos que elas tenham ajudado você nesse grande desafio. Depois conta pra gente como foi colocá-las na prática?
Até a próxima 🙂


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288