Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Golpe da troca de maquininha: entenda como acontece e veja as dicas para evitar prejuízos

Golpe mira estabelecimentos comerciais e pode provocar grandes prejuízos financeiros.
Publicado por Equipe Cielo

Empreendedora negra sorridente de avental oferece maquininha de cartão da Cielo para cliente pagar por aproximação.

Infelizmente, a “criatividade” de pessoas mal-intencionadas não tem limite e, a todo momento, surgem novas práticas criminosas com objetivo de gerar ganhos indevidos para fraudadores. Uma delas é o chamado “golpe da troca de maquininha”.

Ao contrário de outras “modalidades” de fraude, o golpe da troca de máquina de cartão não tem como alvo direto o consumidor final e sim, os estabelecimentos comerciais.

Entenda como esse golpe acontece e confira as dicas que preparamos para ajudar você a minimizar as chances de sofrer prejuízos no seu negócio.

O que é o golpe da troca de maquininha?

Como o nome já diz, o golpe da troca de maquininha ocorre quando criminosos substituem a máquina de cartão original de um estabelecimento comercial por outro equipamento idêntico.

A partir desse momento, os valores transacionados na máquina trocada são direcionados para a conta dos fraudadores em vez de serem depositados na conta da loja.

E, como muitas vezes a troca da máquina passa despercebida pelos lojistas por um bom tempo, o prejuízo gerado pelo golpe da troca de máquina pode ser muito grande, comprometendo seriamente o fluxo de caixa do negócio.

Como agem os criminosos que atuam no golpe da troca de máquina de cartão

Pelas características do golpe da troca de maquininha, podemos afirmar que ele não é feito de um dia para o outro e exige que os golpistas avaliem previamente os estabelecimentos comerciais onde a fraude vai ser efetuada.

Funciona assim: o golpista vai até a loja visada para avaliar o funcionamento do local.

Além de obter detalhes sobre as maquininhas de cartão utilizadas no estabelecimento, os criminosos observam ainda se há ou não existência de câmeras e/ou equipes de segurança.

É bem possível até que essas pessoas realmente consumam algo no estabelecimento, com o propósito não só de verificar cada detalhe da máquina de cartão utilizada, mas também de entender qual a dinâmica adotada na hora que os clientes vão realizar pagamentos.

Tudo isso é feito para identificar se há oportunidade de efetuar a troca do terminal e mapear qual o melhor lugar no ponto de venda para que a ação criminosa seja concretizada.

Possivelmente, os bandidos também podem atuar nos horários com maior movimento de clientes.

Dessa forma, ao fazer a troca da máquina do estabelecimento, os bandidos terão mais chances de concluir a fraude sem chamar atenção.

As maiores vítimas do golpe da troca de maquininha têm sido os estabelecimentos comerciais que utilizam diversas máquinas de pagamento e que levam os terminais até o cliente para que o pagamento seja efetuado.

É o caso de postos de gasolina, bares, restaurantes, por exemplo.

Como evitar o golpe da troca de maquininha? Confira algumas dicas de segurança para o seu estabelecimento comercial!

Para evitar que seu estabelecimento comercial tenha prejuízos, é importante observar algumas dicas de segurança para evitar o golpe da troca das máquinas de cartão da sua loja.

Confira:

  • Ao entregar a maquininha de cartão para seus clientes efetuarem pagamentos, mantenha o foco no equipamento. Evite distrações. Geralmente, é nesse momento que os criminosos efetuam a troca dos terminais;
  • Jamais deixe pessoas que não trabalhem no seu estabelecimento ficarem sozinhas com a máquina de cartão;
  • Não coloque o equipamento em locais que possam ser facilmente acessados por qualquer pessoa, sem supervisão;
  • Se você tiver um posto de gasolina, desconfie se o cliente pedir a maquininha e efetuar o pagamento dentro do veículo, com as janelas fechadas. O cuidado deve ser redobrado caso o automóvel tenha películas no vidro que atrapalhem a visualização do momento da transação;
  • Confira sempre o nome e o CNPJ que aparecem no visor das maquininhas do seu estabelecimento comercial;
  • Confira os dados impressos nos comprovantes de pagamento;
  • Se o seu estabelecimento comercial utilizar diversas maquininhas de cartão, procure utilizar adesivos ou capas Isso ajuda a dificultar que a troca seja feita ou passe despercebida.

Importante: a guarda das máquinas de cartão é de responsabilidade de cada estabelecimento comercial.

Por isso, tenha sempre muita atenção com os seus equipamentos e tome as devidas precauções para evitar prejuízos.

E lembre-se: você pode utilizar a Minha Conta Cielo para consultar suas vendas.

Acompanhar seu negócio de perto também é um passo importante para identificar problemas e evitar que alguém troque a máquina da sua loja sem que você perceba!


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288