Você está em:

Institucional

Confira o que rolou na Parada do Orgulho LGBTQIA+ SP – 2021

Publicado por Equipe Cielo


 
Aconteceu no último domingo (6) a Parada do Orgulho LGBTQIA+ SP – 2021. Pelo segundo ano seguido, o evento não aconteceu na mais paulista das avenidas e foi transmitido pelo Youtube nos canais da APOLGBT-SP e Dia Estúdio. Fique ligado no blog Cielo e saiba o que rolou durante a celebração.
Totalmente online, para evitar aglomerações e conter a propagação do Coronavírus, a 25ª edição do evento contou com artistas e influenciadores digitais que debateram sobre HIV/Aids: Ame + Cuide + Viva +. A transmissão ao vivo durou mais de nove horas e entreteu o público com muitos shows e bate-papo.

HIV/Aids: Ame + Cuide + Viva +

A organização do evento convidou Vinícius Borges e Rico Vasconcelos, médicos infectologistas, e Carolina Iara, co-vereadora de São Paulo, portadora do vírus, para debater o tema da 25ª edição da Parada do Orgulho LGBT.
O tema escolhido HIV/Aids: Ame + Cuide + Viva + teve como objetivo alertar a sociedade para combater os estigmas e preconceitos que cercam aqueles que convivem com o vírus, além de convidar a todos para celebrar a vida, a alegria e a união das pessoas LGBTQIA+.
Entre as organizações que apoiaram o evento, realizado pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, estiveram presentes o Programa Conjunto da Organização das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), a Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids (Abia), Grupo de Incentivo à Vida (Giv), dentre outros.
Segundo o Índice de Estigma 2019, ferramenta que detecta e mede a mudança de tendências relacionados ao HIV, 47% das pessoas entrevistadas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, Porto Alegre e Manaus, afirmam que já sofreram ou sofrem de comentários maldosos sobre serem soropositivas. E o pior: boa parte das ofensas e assédio moral partem dos próprios familiares.
Cláudia Regina Garcia, presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, destacou que o tema deve ser abordado com inteligência, empatia e boa vontade por toda a sociedade.
“Por ser transversal e movimentar-se em diversos recortes sociais, étnico-raciais, religiosos e geográficos, o HIV/Aids não é exclusividade de algumas pessoas ou de determinados grupos. Devemos ter leveza ao tratar do assunto. Queremos tratar do assunto com leveza para podermos amar mais, cuidarmos mais uns dos outros e vivermos mais e melhor”, finalizou Cláudia.

Cobertura e atrações

Rafa Dias, diretor-geral da Dia Estúdio, explicou que a ideia da transmissão surgiu há quatro anos, para que as pessoas pudessem entender que o evento simboliza muito mais do que a festa, propriamente dita.
“Nada é aleatório, há todo um enredo, com cada trio elétrico representando uma causa. Meu objetivo é que cada transmissão reflita exatamente essa estrutura e que possamos levar para todo o mundo a mesma história na luta por reivindicação de direitos que é contada na Paulista há 25 anos”, pontuou Rafael.
O time de apresentadores da celebração foi composto por Alberto Pereira Jr, Lorelay Fox, Spartakus, Nátaly Neri, Mandy Candy, Bielo, Lucas Raniel, Louie Ponto, Jean Luca e Tchaka. A dupla Diva Depressão mostrava os bastidores do evento que contou com shows de Gloria Groove, Pablo Vittar, Pepita e muitos outros.

Outras edições

Em 2020, primeiro ano do evento 100% online, a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que é a maior do mundo, alcançou 11 milhões de visualizações. Esse número corresponde à alta de 40% dos espectadores, comparados à edição anterior. Além disso, a hashtag oficial do evento, #ParadaSPaoVivo, se manteve entre os assuntos mais comentados nas redes sociais, mundialmente.
Já em 2019, último ano presencial da comemoração, a 23ª edição do evento foi considerada a maior do mundo, segundo a Secretaria Municipal de Turismo de São Paulo. Aproximadamente 3 milhões de pessoas estiveram na Avenida Paulista e foram responsáveis por movimentar R$ 403 milhões na economia da cidade. O valor é 40% maior do que os R$ 288 milhões de movimentação econômica registrados pela prefeitura na edição de 2018 do evento.
 
Demais, né? Para você que perdeu a transmissão ao vivo ou quer se emocionar de novo, não perca tempo: assista à 25ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo.


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288