Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Confira o que rolou na live da Cielo sobre os pagamentos no WhatsApp

Publicado por Equipe Cielo

A Cielo promoveu uma live no Instagram e falou sobre a segurança e o processo de pagamentos no WhatsApp. Dois colaboradores da companhia conversaram em um bate papo descontraído e responderam algumas dúvidas sobre a novidade. Quer saber como foi? Acompanhe o conteúdo. Boa leitura!

Angela Moraes, coordenadora de produtos digitais e Rafael Lachi, gestor de segurança da Cielo, falaram sobre a parceria da companhia com o Facebook. A live foi inclusiva e contou com a participação de um intérprete de libras.
Não acompanhou o bate papo ao vivo? Sem problemas. Acesse nosso perfil no Instagram e assista, na íntegra, tudo o que rolou na live.

Pagamentos no WhatsApp

Os pagamentos no WhatsApp estão, aos poucos, chegando para os usuários da ferramenta. Você consegue acessar no próprio chat com seus contatos e dependendo do sistema operacional que funciona no seu celular, clique no “sinal de mais” ou no “clips”, para acessar a área de “pagamentos”.
O processo de cadastro é muito simples e intuitivo: insira seu nome, CPF e endereço. Feito isso, inclua os dados do seu cartão de débito, para pagar e receber as transferências realizadas pelo app de mensagens instantâneas.
É importante lembrar que somente a função débito e cartão pré pago de algumas bandeiras e bancos emissores estão habilitados nesse tipo de transação. Na sequência, valide o seu cartão de débito ou pré pago para efetuar e receber pagamentos pelo WhatsApp.
Leia também: Pagamentos no Whatsapp: tudo o que você precisa saber.

A Segurança por trás do serviço

Rafael sintetizou que através da “tokenização”, ou seja, a validação do cartão de débito nos meios digitais e confirmada a existência no ambiente físico, o usuário do WhatsApp pode ficar tranquilo e também usar a ferramenta para pagamentos.
“Ninguém quer um produto do mercado financeiro que não seja seguro o suficiente. Por isso, os dados pessoais e dos cartões cadastrados estão seguros, mesmo em casos de invasão e clonagem do App”.
Seja como usuário da novidade, ou como líder da área de segurança da Cielo, Lachi disse ter ficado satisfeito com a experiência e segurança ao cadastrar seus dados no pagamentos no WhatsApp:
“A função foi habilitada no meu celular há uns três dias. Fiz o processo e me senti bastante seguro. Recebi no próprio aplicativo do meu cartão o código para a validação, o que proporciona a proteção dos dados”, comentou.
Aproveite e saiba como verificar um cartão para usar o Pagamento no WhatsApp!
Vale dizer que, durante o processo de validação do cartão, o usuário deverá cadastrar uma senha exclusiva para pagamentos no WhatsApp. Caso seu aparelho disponha a função de biometria, também é possível utilizá-la para efetuar os pagamentos no aplicativo.
Aproveitando o momento descontraído durante a live, Angela brincou com o colega: “Se eu soubesse que você ainda não tinha acesso ao pagamento via WhatsApp, faria uma cobrança na nossa conversa”, referindo-se à possibilidade de enviar um pedido de dinheiro pelo chat e convidá-lo a integrar o ambiente novo.
Conforme dito anteriormente, a função é liberada aos poucos para os usuários do App. Contudo, se alguém lhe enviar uma transferência ou solicitar um valor, automaticamente, você será direcionado ao ambiente digital para cadastro.
Podemos dizer que haverá um “fluxo viral positivo” que favorece os cadastros no app. Um amigo manda pro outro, que envia pro vizinho, que compartilha com a mãe, e por aí vai. Porém, é importante frisar que o aplicativo deve estar atualizado.

Fraude

Supondo que você perca ou tenha seu celular roubado, seus dados continuam protegidos. Afinal de contas, a transação é permitida exclusivamente no aparelho cadastrado. Ou seja, é preciso repetir a validação, com as mesmas informações pessoais e bancárias em outro telefone celular.
Isso garante que, a cada transação efetuada, a ferramenta solicite a senha cadastrada e evite o envio de valores sem a permissão do portador do celular. Mais um ponto positivo e seguro dessa novidade.
Quanto à eficácia do “token”, comentado lá em cima, que nada mais é do que o código enviado após validação dos dados, Ângela garante que nem mesmo o portador do celular tem acesso, o que aumenta, ainda mais, a segurança do processo.
“Esse token funciona somente para o pagamento via WhatsApp e no aparelho que foi feito o cadastro. Não tem como o banco emissor do cartão permitir que compras sejam feitas fora do app, mesmo com o token”, finaliza.

Características dos pagamentos no WhatsApp

Questionado sobre as diferenças do pagamentos no WhatsApp, Rafael é direto:
“Quando o fraudador precisa investir muito tempo e dinheiro para obter pouco resultado, acaba por perder o interesse e opta por focar nos processos mais simples e menos seguros, como em outros ambientes digitais”.
As funcionalidades da tecnologia servem para ajudar as pessoas, desde que elas não se virem contra o próprio usuário. No caso do pagamento no WhatsApp, existe um equilíbrio entre a usabilidade, segurança e a qualidade do processo, como um todo. Principalmente no que diz respeito à invasão e clonagem do aplicativo.

Estornos

Imagine que você efetuou uma transferência no WhatsApp para seu amigo, mas ele não realizou o cadastro necessário para receber o valor. Sabe o que acontece na sequência? Angela responde: “A quantia que saiu da sua conta, automaticamente volta para ela. Se em dois dias o favorecido não se cadastrar, quem enviou o montante não ficará com o prejuízo”.
Tanto o WhatsApp, quanto a Cielo tem como avisar o banco responsável para devolver a quantia ao emissor, uma vez que o crédito não foi concluído para a conta de destino.

Limitações do serviço

Como sabemos, cada instituição financeira possui diversos limites, sejam eles de valores, quantidade de transações e taxas que variam de acordo com o correntista. Veja como será para os Pagamentos no WhatsApp:

  • O valor máximo de uma transação no WhatsApp não pode ultrapassar R$ 1.000,00;
  • É possível receber até R$ 5.000,00, por mês;
  • O usuário pode enviar ou receber até vinte transações diárias;
  • O serviço é totalmente gratuito.

Importante dizer que, por se tratar de uma novidade, é possível que valores e limites sejam reajustados conforme a usabilidade e amadurecimento do produto. Toda e qualquer evolução só acontece com o decorrer do tempo.
Por enquanto, as transações estão disponíveis apenas para pessoas físicas, mediante cadastro do CPF, sem nenhum tipo de taxa ou cobrança, oferecido pelo WhatsApp aos seus usuários.

Dicas de segurança

Como já diziam os antigos, é melhor prevenir do que remediar. Para finalizar, Rafael pontuou importantes dicas preventivas. Veja só:

  • Tome cuidado com os aplicativos que tenham seus dados pessoais e financeiros;
  • Utilize, se possível, a biometria em vez de senhas simples;
  • Atente-se ao processo de recuperação de senhas;
  • Mantenha seus apps atualizados e diminua a vulnerabilidade de cada um deles.

Esperamos que você tenha gostado do conteúdo e, mais do que isso, entendido a importância da segurança durante o processo de pagamentos no WhatsApp. Caso queira assistir novamente, saiba que a live está salva no nosso perfil do Instagram: Segurança em pagamentos no WhatsApp.
Até a próxima.


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288