Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Como abrir uma franquia: entre nesse mercado mesmo em tempos de crise

Publicado por Equipe Cielo

A crise econômica pode ser uma oportunidade de se arriscar no mercado de franquias e conquistar de vez o público-alvo desejado
Você estava prestes a investir em um novo negócio e foi surpreendido com a crise causada pelo novo coronavírus? Entendemos a sua preocupação, mas abrir uma franquia neste momento, por exemplo, pode reduzir os riscos que você teria, caso optasse por criar um negócio do zero.
Ao adquirir uma franquia, você já terá um plano de negócio pronto. Ou seja, seu trabalho será colocá-lo em prática. Em tempos de crise, ter essa vantagem é muito importante para colher resultados positivos o quanto antes.
Agora, vamos descobrir o porquê abrir uma franquia pode ser interessante.

Por que abrir uma franquia?

Além de ter um modelo de negócio pronto, existem outros motivos para abrir uma franquia mesmo em um período de crise.

Segurança

Muitas vezes, o que impede uma pessoa de abrir seu próprio negócio é a insegurança. Se ideia não der certo, o que fazer para recuperar o que foi investido ou se recolocar no mercado de outra forma?
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as franquias contam com uma taxa de mortalidade quase cinco vezes menor do que as empresas comuns. De acordo com o mesmo estudo, em dois anos, a cada 10 franquias, apenas 10% fecharam as portas. Enquanto isso, 25% dos demais empreendimentos quebram no mesmo período.
Quando essa mesma análise se aprofunda e estende o estudo por um período maior, o cenário para as franquias é ainda mais positivo.
Devido ao suporte, plano de negócio já elaborado e treinamento dado pelas marcas, os franqueados contam com mais segurança nesses primeiros passos de um novo empreendimento.

Alternativa ao desemprego

Segundo estimativa da Instituição Fiscal Independente (IFI), a taxa de desemprego no Brasil deve chegar a 14,2% no final de 2020, consequências da pandemia do novo coronavírus.
Nesse momento de recessão é que surge a ideia de apostar em uma franquia, usando o dinheiro garantido após a saída de uma empresa. Como falamos, é uma forma segura de apostar em um investimento e ter o retorno que deseja.
Além disso, diferentemente de abrir uma empresa do zero, franquias exigem um aporte financeiro inferior quando comparados. Dependendo do segmento escolhido, o retorno do seu dinheiro acontece em poucos meses.

Menor concorrência

Muitos questionamentos surgem antes de investir em uma franquia durante uma crise. Afinal, se as pessoas estão desempregadas, o poder de compra dos consumidores irá diminuir e afetar diretamente o seu negócio, certo?
Esse cenário deve ser analisado separadamente, considerando cada um dos possíveis mercados que deseja entrar.
Uma coisa é evidente para nós: as pessoas não param de consumir durante uma crise econômica. Elas continuam se alimentando, buscam serviços, etc., mas de outras formas. Ou seja, elas continuam consumindo, mas adotaram um novo hábito.
Hoje, devido ao coronavírus, as pessoas pedem a sua comida predileta para comer em casa, em vez de ir ao estabelecimento. Ela continua consumindo, mas de outra maneira.
Porém, os empreendedores ainda se assustam com esse cenário e acabam deixando essa ideia de negócio para depois. A quantidade de franquias abertas diminui e isso abre ainda mais espaço para quem pretende se arriscar.

Maior demanda

Com menos empreendedores se arriscando no mercado de franquias, os consumidores terão menos opções. Isso, consequentemente, representa um aumento de demanda para algumas marcas.
Dessa forma, a sua franquia faz da crise uma oportunidade de criar uma imagem positiva no mercado e aumentar ainda mais o seu alcance. Além, é claro, de poder fidelizar os seus clientes.

Em qual setor você deve abrir uma franquia

Com o início da pandemia no Brasil, notamos facilmente quais setores foram os mais afetados no mercado país. O segmento de beleza, feiras livres, turismo e moda, como aponta o Sebrae, sofreram duras consequências.
Isso, porém, não quer dizer que você deva descartar a possibilidades de abrir um modelo de negócio. Afinal, existem coisas essenciais, que as pessoas não deixam de consumir mesmo em uma pandemia.
Portanto, faça um estudo detalhado do segmento que deseja entrar e tome a decisão baseadas nos números do setor. Dessa forma, o risco de dar errado será ainda menor.
Veja também:
Todos os detalhes que você precisa saber para abrir o próprio negócio
Como abrir um negócio com pouco dinheiro
Como montar o primeiro negócio e conseguir resultados satisfatórios


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288