Você está em:

Dicas e Histórias de Sucesso

Como elaborar um contrato de prestação de serviços

Publicado por Equipe Cielo

Um contrato de prestação de serviço simples pode ser resolvido diretamente pelas partes envolvidas. Confira 7 dicas essenciais para elaborar um contrato!

 
Você sabe como redigir um contrato sozinho? A primeira coisa a ser levada em conta é que existem muitos tipos de contratos. Por isso, você terá que identificar qual é o objeto do modelo contratual, ao qual será submetido.
Com exceção dos contratos de adesão, normalmente determinados por bancos, operadoras de telefonia, e concessionárias de serviços públicos, o contrato deve atender os interesses de ambos os contratantes.
Vamos mostrar como elaborar um contrato de prestação de serviços e pontos que devem ser analisados antes de redigi-lo.
 

1- Qualificação das partes

Identificação da parte contratada e contratante sejam pessoas físicas ou jurídicas, com nome ou razão social, CPF ou CNPJ, endereço e dados pessoais do representante (em caso de pessoa jurídica).
Se as partes interessadas forem empresas, vale destacar quem é o representante no ato da assinatura do contrato e verificar se a pessoa possui poderes, validados pelo contrato social ou pelas atas das reuniões societárias.
O endereço, além de facilitar a intimação das partes em caso de litígio judicial, ajuda a definir o foro de resolução de conflitos.
Para as empresas, o endereço é importante para atestar sua existência. Há casos em que, aparentemente, o endereço existe, mas quando ocorre a intimação, percebe-se que nunca houve uma atividade empresarial naquele local.
Além do endereço, na hora de fazer um bom contrato, é preciso verificar a capacidade jurídica das partes. Um agente capaz possui, em geral, mais de 18 anos, com condições físicas e psicológicas de assumir obrigações.
Leia mais: Como abrir um pequeno negócio.
 

2- Objeto do contrato

Descrever as características do serviço contratado. Por exemplo, uma prestação de serviços, ou locação de imóvel, compra e venda, dentre outros.
Atenção! Destaque que o contrato deve atender às exigências das duas partes, em obediência aos princípios legais da boa fé, equilíbrio contratual, probidade e transparência.
 

3- Obrigações do contratante e contratado

Definir quais as obrigações de cada parte para o cumprimento do contrato. Como serão realizadas, prazo de entrega, execução do serviço e condições do produto.
 

4- Preço e condições de pagamento

Escreva sempre o preço do serviço, produto, o valor do contrato e a forma de pagamento. Quando houver prestações, é preciso apontar o número e o valor de cada parcela, bem como a atualização monetária, se for o caso.
Essa cláusula deve ficar muito clara para ambas as partes.
 

5- Prazo de duração e forma de reajuste do contrato

Elabore cláusulas sobre prazo e reajuste. Caso as partes tenham interesse em renovar o contrato após o vencimento do período determinado, é necessário redefinir a cláusula de reajuste. Assim, pode-se obter a renovação com prazo determinado ou indeterminado.
 
Normalmente, para essa alteração, são utilizados índices como INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que tem como objetivo medir a inflação de um conjunto de produtos e serviços comercializados no varejo; IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), que registra a inflação de preços desde matérias-primas agrícolas e industriais até bens e serviços finais; INCC (Índice Nacional de Custo do Mercado) e tem a finalidade de calcular a evolução do custo das construções habitacionais, entre outros.
Leia mais: Como declarar imposto de renda de Pessoa Jurídica.
 

6- Extinção Contratual

A forma mais desejada de extinção é aquela considerada natural, onde o propósito e as obrigações de cada parte são cumpridas. Mas, é interessante estabelecer as cláusulas que abrangem as outras formas de extinção.
Em um contrato entre uma empresa e um prestador de serviços, por exemplo, pode ocorrer do prestador receber uma proposta de emprego cujo salário é superior ao atual. Neste caso, o eventual pagamento de multa seria compensado pelo ganho iminente. Bastaria ao prestador rescindir o contrato, caso a lei e o documento permitam.
Em situações inesperadas ou de força maior, é preciso abranger essas situações possíveis para que as partes saibam exatamente como proceder diante dos acontecimentos.
 

7- Cláusula penal

Sempre estipule uma cláusula penal em caso de descumprimento. Por exemplo, multa de 2% sobre o valor do contrato
Nenhuma parte inicia um contrato imaginando que as cláusulas serão descumpridas pela outra. Porém, as normas de punição servem para que ambas se previnam de prejuízos.
 

Cuidados e boas práticas ao fazer um contrato praticamente perfeito

Além do passo a passo que listamos acima, existem que devem ser considerados antes de redigir o documento. Veja:
Adeque a linguagem do contrato às partes para que o documento seja de fácil compreensão, uma vez que é preciso atender aos princípios contratuais previstos na lei brasileira;
– Redija cláusulas curtas, seja objetivo e evite interpretações diversas;
Enumere as cláusulas e os capítulos. Desse modo, fica mais fácil a busca por informações e como organizá-las;
– Pesquise sobre a parte com quem está contratando. Isso evita que possíveis pendências judiciais, inadimplência e outros problemas o peguem de surpresa;
– Peça que uma terceira pessoa revise o documento;
– Avalie o contrato em conjunto com a outra parte. Otimizem tempo e discutam sobre os direitos e obrigações no documento;
– Verifique se o contrato possui data e local;
Por fim, certifique-se de que o documento foi assinado pelos contratantes ou representantes, bem como por duas testemunhas.
 
Você sabe como abrir uma empresa MEI? No Blog da Cielo você encontra as respostas.


Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288