Você está em:

Black Friday

Quer empreender? Veja 10 passos para abrir sua empresa

Publicado por Equipe Cielo

Para empreender, é necessário bem mais do que vontade e uma boa ideia. Começar um negócio envolve planejamento estratégico e financeiro, tomada de decisões importantes e a realização prévia de várias atividades antes de correr atrás dos primeiros clientes. Mas afinal, por onde começar?

Para responder a essa dúvida, separamos dez passos para abrir sua empresa e saber o que é necessário para tornar realidade o sonho de ser empreendedor. Confira!

1. Escolha a ideia de negócio adequada

Se você está pensando em começar um negócio, provavelmente já tem uma ideia do que deseja fazer ou em que mercado quer atuar.

Mas, antes de tomar uma decisão, é importante pesquisar bastante sobre o setor escolhido, estudando ideias de negócio, concorrentes e marcas de referência no mercado.

Uma boa maneira de fazer isso é utilizando a análise SWOT, sigla formada pelas iniciais em inglês das palavras Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças).

Essa análise oferece uma visão do cenário onde se deseja atuar.

Dessa forma, é possível descobrir as melhores práticas realizadas, identificar oportunidades e ideias de negócios inovadores, além de mapear os principais pontos de atenção para o futuro empreendimento.

2. Elabore um plano de negócios

Uma vez tendo a ideia definida e o setor pesquisado, é hora de fazer um plano de negócios.

Com ele, você vai responder a questões como:

  • Qual é o propósito da sua empresa?
  • Quais são os objetivos do seu negócio?
  • Quais são os custos para começar?
  • Quem é seu público-alvo?
  • Por que ele compraria seu produto/serviço?

Pode parecer óbvio, mas muita gente começa a empreender sem pensar sobre esses pontos. O plano de negócios deve abranger também a avaliação de onde sua empresa irá atuar (localização da loja física, e-commerce ou os dois) e qual o nome da sua empresa.

Aqui, vale uma atenção especial: é importantíssimo fazer o registro da sua marca e garantir que ela esteja protegida legalmente.

3. Faça o planejamento financeiro

O planejamento financeiro é outro passo essencial, principalmente quando se quer abrir um negócio com pouco dinheiro. Ele precisa incluir os investimentos de curto, médio e longo prazos como custos de implantação do negócio, despesas com recursos humanos e compra de insumos.

Separe custos fixos, variáveis e despesas operacionais – aquelas que são essenciais para funcionamento dos negócios. Estime também as receitas e determine os preços dos produtos/serviços que serão oferecidos.

Ao consolidar o planejamento financeiro, não esqueça também de incluir uma previsão de capital de giro para sua empresa operar.

4. Contrate um contador

Além de ser essencial no processo de abertura e regularização do novo negócio, o contador é a pessoa certa para acompanhar a contabilidade da empresa e toda a movimentação financeira que será feita.

Você pode escolher entre contratar esse profissional ou contar com os serviços de uma assessoria contábil terceirizada.

Ter um contador, devidamente registrado no Conselho Regional, é uma forma de garantir que seu negócio esteja em dia para legalização junto aos órgãos públicos. Ele pode orientar sobre tudo que você precisa para abrir uma empresa.

5. Escolha o ponto de venda

Esse passo não é necessário se você decidir ter um negócio apenas no ambiente digital. Mas para quem deseja ter uma loja física, escolher bem o ponto de venda pode ser determinante para o sucesso da empreitada.

Essa escolha precisa considerar diversos fatores como: perfil do seu público-alvo, número de concorrentes na região, facilidade de acesso por transporte público ou carro, fluxo de pedestres, segurança e, claro, o valor de compra ou aluguel.

Ah! Observe também aspectos de acessibilidade do local. Um bom ponto de vendas deve ser acessível e seguro a todos!

6. Legalize seu negócio

A informalidade pode parecer uma facilidade, mas ela representa um risco para o empreendedor. Ao abrir sua microempresa, não deixe de lado a importância de formalizar e registrar seu negócio.

Legalizar sua empresa é importante para gerar credibilidade, estabelecer parcerias e ter acesso a linhas de crédito e subsídios.

7. Escolha seus fornecedores

Outro passo importante para quem vai abrir uma empresa é escolher bons fornecedores. Escolher bem ou mal um fornecedor pode trazer impactos, por exemplo, na qualidade dos produtos/serviços que você oferece, nos prazos de entrega e no seu estoque.

Evite ter apenas um fornecedor, diminuindo os riscos de desabastecimento.

Da matéria-prima e serviços essenciais à maquininha de cartão, escolha seus fornecedores com muita atenção, pois eles são parceiros essenciais para o bom funcionamento do seu negócio.

8. Contrate sua equipe

Não importa o segmento que você atua: toda empresa é feita pelas pessoas que trabalham nela! Então, lembre-se disso na hora de contratar sua equipe.

No dia a dia, seus funcionários são decisivos para conquistar e fidelizar clientes, garantir o bom funcionamento das suas atividades e contribuir com o crescimento do negócio.

9. Coloque seu site no ar

Mesmo que você só queira abrir um pequeno negócio, é essencial que ele tenha um site. E isso deve acontecer antes mesmo que você comece a atender seu primeiro cliente!

Seu site ajuda seu negócio a ter mais visibilidade e alcançar um número maior de pessoas – e, consequentemente, a ter mais clientes também.

Com ampliação do acesso à internet, as jornadas de compra começam quando os consumidores buscam informações no meio digital sobre produtos, serviços e empresas disponíveis.

O site é uma vitrine online para o seu negócio e deve trazer as informações que seu público-alvo precisa para tomar a decisão de compra.

O ideal é que ele seja também um site de vendas e montar um e-commerce seguro e eficiente deve ser parte da estratégia.

10.Promova o seu negócio

Depois de tudo isso, é hora de planejar a divulgação do seu negócio. Essa é uma das etapas mais importantes para quem está começando e também exige planejamento.

Avalie investir em divulgação online (como redes sociais e anúncios em mecanismos de buscas) e offline (como panfletos, cartazes etc). A mídia local, como jornais de bairro e até os carros de som, podem ser boas opções para ajudar que seu negócio fique conhecido na região de sua loja física.

Faça também um calendário promocional, que ajudam você a planejar promoções e ações especiais para vender mais e alavancar a arrecadação em determinadas datas como, por exemplo, a Black Friday.

Quer se inspirar? Conheça um case de sucesso nas lojas físicas e também no e-commerce: Martinense Pneus: uma parceria de sucesso com a Cielo!

Portfólio de soluções,

encontre a sua.

Saiba mais

Matérias mais recentes

Cielo abre Programa de Formação para Consultores de Negócios Trainee exclusivo para PcDs

A Cielo está com inscrições abertas para seu primeiro Programa de Formação para Consultores de Negócios Trainee voltado exclusivamente a…

Publicado por Equipe Cielo

Com executiva da IBM, Garagem Talks promove bate-papo sobre a responsabilidade social das empresas tecnológicas

No dia 24/09, o Time Cielo participou de mais uma edição do Garagem Talks, nosso encontro quinzenal sobre tecnologia e…

Publicado por Equipe Cielo

Precisando investir mais na Black Friday? Contrate o Receba Rápido e tenha dinheiro na mão em até 2 dias!

Oficialmente, a Black Friday é só dia 26 de novembro, mas os preparativos já começaram. É hora de investir em…

Publicado por Equipe Cielo

Dia Nacional da Inovação: saiba mais sobre o Garagem, hub que faz da Cielo uma empresa cada vez mais inovadora!

Em 19 de outubro, comemoramos o Dia Nacional da Inovação. A data foi escolhida para relembrar o primeiro voo bem-sucedido…

Publicado por Equipe Cielo

ICVA aponta: vendas no varejo cresceram 0,6% em setembro

Este é o sexto mês seguido de alta, puxada pelos setores de Serviços.   O Índice Cielo do Varejo Ampliado…

Publicado por Equipe Cielo

Como vender mais oferecendo mais opções de pagamento

Para proporcionar uma ótima experiência de compra para seus clientes, é necessário considerar vários aspectos como: atendimento, suporte pós-vendas, qualidade…

Publicado por Equipe Cielo
Ver mais matérias

Portfólio de Soluções! Encontre a que melhor combina com você.

Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo LIO

A máquina inteligente que trabalha por você e economiza seu dinheiro.
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo FLASH

A maquininha ultraveloz para você vender muito mais
Saiba mais
Portfolio de soluções encontre a sua.

Cielo ZIP

Na Cielo Você ganha! sua maquininha de verdade.
Saiba mais

Entre em contato e prepare-se para vender mais:

Central de Relacionamento

4002-5472 (todas as localidades)
0800-579-8472 (exceto capitais)

Suporte Técnico

4002-9111 (todas as localidades)
0800-579-0111 (exceto capitais)

Ouvidoria

0800-570-2288